Concorra a 3 livros no sorteio de dia dos namorados!

Quem estava com saudade dos sorteios levanta a mão! \o/ Já faz um bom tempo que não temos sorteios aqui no blog, com exceção dos Domingo do Desapego, que são sorteios semanais e curtinhos. Então, pra comemorar o dia dos namorados, teremos um sorteio especial aqui: três livros para apenas um ganhador!

Os livros foram selecionados a dedo por mim para você, e eu espero que gostem. Eles falam sobre relacionamentos amorosos, assunto que combina para o dia dos namorados. Se você não viu as resenhas, é só acessar os links abaixo e conferir:

  • Por um momento apenas
  • Uma prova de amor
  • Postais do coração
  • O sorteio vai acontecer pelo Facebook, e para participar é super fácil: é só curtir as fanpages Fluffy e Novo Conceito, compartilhar esta imagem em modo público no seu mural e validar a participação clicando em “quero participar” nessa página.


    Mais informações sobre o sorteio:

  • 1. Prêmio: Livros “Uma prova de amor”, “Por um momento apenas” e “Postais do coração” da editora Novo Conceito.
  • 2. Participantes: Promoção válida para quem morar ou tiver endereço em território brasileiro.
  • 3. Datas: A promoção começa em 25/05/2015 e termina em 11/06/2015. O resultado sai no dia seguinte na página do Facebook.
  • 4. Contato ao vencedor: O vencedor será comunicado através de mensagem no Facebook e deverá responder em 3 dias com um endereço válido e correto. Em caso de o mesmo não responder, será feito um novo sorteio.
  • 5. Envio do prêmio: O prêmio será enviado em até 15 dias e o prazo de entrega será estabelecido pelos Correios, a partir do código rastreamento, fornecido ao ganhador. O blog não se responsabiliza por qualquer extravio por parte dos Correios, e caso o prêmio retorne, o vencedor fica responsável por pagar outro envio.

    Boa sorte a todos!

  • Sorteio: Domingo do desapego #14

    Oi, pessoal! Vamos para mais uma semana de sorteio? Logo abaixo vocês encontram uma explicação sobre esse tipo de sorteio que é feito semanalmente aqui no Fluffy e a descrição do livro escolhido para essa semana. [happy]

    Leia antes de participar:
    Todos os livros sorteados exclusivamente no “Domingo do desapego” foram enviados a mim como cortesia pela Editora Novo Conceito. Esses exemplares não foram solicitados para resenha, e como o volume enviado mensalmente é grande, não tenho como dar conta de tudo e, por isso, resolvi sortear para os leitores do Fluffy. Conversei com a editora antes de qualquer coisa, e esses sorteios foram aprovados por eles. Como os exemplares eram meus, eles estão assinados com o meu nome e data na primeira página, pois tenho o hábito de fazer isso nos meus livros. Fora isso, o estado de conservação deles é novo. Novos sorteios vão ao ar todo domingo e têm duração de uma semana. O resultado pode ser conferido em cada respectivo post. Expliquei mais detalhes no primeiro post da coluna, e você pode conferir aqui.


    Desafio
    Trilogia Desafio #1
    C. J. Redwine
    Editora Novo Conceito, 2014
    368 páginas

    No interior das muralhas de Baalboden, à sombra do brutal Comandante da cidade, Rachel Adams guarda um segredo. Enquanto as outras garotas fazem vestidos e obedecem a seus Protetores, Rachel é capaz de sobreviver nas florestas e de manejar uma espada com destreza. Quando seu pai, Jared, é declarado morto em uma missão, o Comandante designa para Rachel um novo Protetor: Logan, o aprendiz de seu pai, o mesmo rapaz a quem Rachel declarou o seu amor há dois anos, e o mesmo que a rejeitou.

    Com nada além da forte convicção de que seu pai está vivo, Rachel decide fugir e encontrá-lo por conta própria. Mas uma traição contra o Comandante tem um preço alto, e o destino que a aguarda nas Terras Ermas pode destruí-la.

    Aos 19 anos, Logan McEntire possui várias faces. Órfão. Rebelde. Inventor. Aprendiz do principal mensageiro da cidade, Logan se concentra em aperfeiçoar seus conhecimentos para escapar da tirania de Baalboden. Mas seus planos não incluíam tornar-se responsável pela impulsiva filha do seu mentor. Logan está determinado a protegê-la, mas, quando seu plano de fuga fracassa e Rachel é obrigada a suportar as consequências, ele percebe que há mais sentimentos em jogo do que a simples decepção de Jared.

    Enquanto Rachel e Logan lutam para atravessar as Terras Ermas, perseguidos por um monstro que ninguém pode matar e por um batalhão de assassinos com sede de sangue, eles descobrem o romance, a decepção e a verdade que pode desencadear uma guerra latente há vários anos e cada vez mais perto de explodir.

    Veja o livro no site da editora | Adicione no Skoob

    Para participar, basta fazer login pelo Facebook (ou com seu nome e e-mail) no formulário abaixo e seguir as regras (clicando no botão verde e fazendo o que a regra pede). Nesse sorteio há duas regras obrigatórias e duas opcionais: fazendo as obrigatórias, abrem as demais, mas você não é obrigado a fazer todas, só as que quiser. Se você tiver alguma dúvida, acesse o tutorial. [wink]

    Mostrar mais

    Follow Friday #70

    follow friday

    Oi, gente! Como foi a semana de vocês? Espero que tenha sido muito boa e que tenham lido muitas páginas! [love] Por aqui, a correria diminuiu um pouco – mas ela nunca desaparece. Sempre tenho projetos e ideias em andamento que consomem muito do meu tempo livre. Não é por nada que no meu perfil está escrito “não paro nem por um minuto e estou sempre arquitetando alguma ideia nova na cabeça”. Mas consegui continuar a série Estilhaça-me essa semana. Vocês conhecem? Eu já tinha lido somente o primeiro livro, e não me lembrava mais da história. Depois de relê-lo (fiz uma leitura dinâmica, rapidinha), já li o e-book Destrua-me e estou atualmente em Liberta-me. O livro começou bem parado, mas agora está ficando bom!

    Enfim, chega de conversa e vamos ver o que teve de post essa semana:

  • A semana já começou com uma resenha super fofa! Quem gosta de Alice no País das Maravilhas? Então vem ver esse livro.
  • Terça-feira foi dia de vídeo novo no canal! A pedido de alguns leitores, finalmente gravei um bookshelf tour. Vem conferir!
  • Seguindo a linha de livros fofos, resenhei uma edição super bonita de O Pequeno Príncipe. Clique pra se apaixonar.
  • Saindo do fofo e entrando no clima de insetos gigantes comedores de gente, na quinta resenhei Selva de Gafanhotos.

    Espero que tenham gostado dos assuntos da semana. Vamos divulgar? Esse espaço abaixo é pra vocês divulgarem seus blogs ou o melhor post dessa semana, para que mais gente visite e conheça. Então, deixe o link e não esqueça de também visitar os outros blogs que vocês gostarem! O espaço fica disponível até domingo de noite. Enjoy! [happy]


  • Andrew Smith – Selva de Gafanhotos
    Selva de Gafanhotos

    Selva de Gafanhotos
    Andrew Smith
    Editora Intrínseca, 2015
    352 páginas

    Submarino Saraiva

    Na pequena cidade de Ealing, Iowa, Austin e seu melhor amigo, Robby, libertam acidentalmente um exército irrefreável. São gafanhotos de um metro e oitenta de altura, completamente tarados e famintos. Essa é a verdade. Isso é história. É o fim do mundo e ninguém sabe o que fazer.

    Com todos os elementos obrigatórios de um romance apocalíptico, Selva de Gafanhotos mistura insetos gigantes, um cientista louco, um fabuloso bunker subterrâneo, um mal resolvido triângulo amoroso-sexual e muita, muita confusão – e está longe de tratar apenas do fim do mundo. Engraçado, intenso e complexo, o livro de Andrew Smith fala de um jeito inovador sobre adolescência, relacionamentos e amizade. Um romance surpreendente sobre a odisseia hormonal, amorosa e intelectual que é essa fase da vida.

    Andrew Smith é autor de vários livros para adolescentes, e Selva de Gafanhotos é seu sétimo romance. Quando vi a capa e o nome deste lançamento, minha curiosidade falou mais alto e acabei solicitando um exemplar para leitura e resenha à Intrínseca. Quando chegou, me encantei pela sua simplicidade e beleza: com a capa verde e letras em alto relevo, o livro já chama a atenção. Agora imagine a lombada das folhas em amarelo. Lindo, não é? Foi impossível de resistir, e logo que chegou, já comecei a ler. Porém, não foi tudo aquilo que eu imaginei – ou melhor, não foi nada do que eu esperava.

    Quem conta a história é Austin, que, junto com seu amigo Robby e sua namorada Shann, presencia o início do fim do mundo. Quando os dois garotos invadem, por curiosidade, o misterioso escritório do chefe de Austin, eles ficam assustados com o que veem. Toda a bizarrice pode ser explicada com alguns exemplos: um bebê de duas cabeças em um vidro, uma mão em outro vidro, uma cabeça em um terceiro e vários elementos horríveis do gênero. Mas um deles chama mais atenção. Naquele vidro enorme está a coisa mais esquisita que Austin (ou qualquer pessoa) já viu. É assustador, parece que está vivo e emite um estranho brilho verde. Eles já estavam saindo da sala quando chegou um grupo de garotos de outra escola – de quem Austin e Robby tinham apanhado naquele dia, por serem “boiolas”. Enquanto os dois estavam escondidos, os garotos levaram esse estranho globo de vidro embora e, algum tempo depois, o viram estilhaçar na calçada em frente. Foi ali mesmo que o fim do mundo começou.

    A partir de então a história ganha alguns simpáticos novos personagens: criaturas parecidas com louva-a-deus de cerca de um metro e oitenta. Tudo o que eles querem fazer é duas coisas: transar e comer. Sempre duas coisas. E assim o fim do mundo se cria e procria, infinitamente. Ao mesmo tempo em que o caos acontece, Austin, Robby e Shann descobrem coisas que serão essenciais para a história de toda a humanidade. Eles podem ser os únicos a parar esse pesadelo de insetos gigantes (que só querem fazer duas coisas, vocês sabem).

    Selva de Gafanhotos
    Realmente, John Green. Nisso você está totalmente certo.

    Mostrar mais

    Antoine de Saint-Exupéry – O Pequeno Príncipe
    O Pequeno Príncipe

    O Pequeno Príncipe
    Antoine de Saint-Exupéry
    Editora Geração Editorial, 2015
    160 páginas

    Saraiva

    Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida. Com essa história mágica, sensível, comovente, às vezes triste, e só aparentemente infantil, o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry criou há 70 anos um dos maiores clássicos da literatura universal. Não há adulto que não se comova ao se lembrar de quando o leu quando criança. Trata-se da maior obra existencialista do século XX, segundo Martin Heidegger. Livro mais traduzido da história, depois do Alcorão e da Bíblia, ele agora chega ao Brasil em nova edição, completa, com a tradução de Frei Betto e enriquecida com um caderno ilustrado sobre a obra e a curta e trágica vida do autor.

    Sinceramente, eu sei que não precisaria escrever uma resenha para incentiva-los a ler O Pequeno Príncipe – se é que já não o fizeram. Porém, me apaixonei tanto por essa versão de luxo publicada pela Geração Editorial que aqui estou, escrevendo de forma – ainda – encantada pra vocês. Essa versão é capa dura e possui todas as folhas coloridas, em um papel de gramatura resistente, que passa a sensação de sofisticação à obra – coisa que ela merece.

    O Pequeno Príncipe
    Para os que irão perguntar, eu já adianto: a raposinha é do ovo de páscoa da Cacau Show. Não é fofa?

    A história do Pequeno Príncipe vocês todos já conhecem, mas não custa relembrar ou apresentar, caso alguém ainda não tenha lido. Quem conta a história é um piloto de avião, que caiu no deserto e não tinha como pedir socorro. Ele tinha água suficiente para apenas 8 dias, e nesse tempo ele teria que consertar seu avião para voltar para casa. Porém, no primeiro dia em que ele acorda nas areias do deserto, é surpreendido por uma vozinha que lhe pergunta: “Por favor… desenhe um carneirinho para mim”. Primeiramente, ele achava que estava alucinando e vendo coisas, pois se encontrava a quilômetros de qualquer civilização. Porém, aquele estranho principezinho estava ali mesmo. E então, ele lhe desenhou um carneirinho.

    Com um pouco de tempo e perguntas nunca respondidas pelo príncipe, o piloto descobre que esse garoto veio de um pequeno planeta, e está na Terra em viagem. Ele deixou coisas importantes em seu asteróide, entre eles uma bonita e vaidosa flor, três vulcões e perigosas sementes de baobá que precisam ser arrancadas para que seu planetinha não seja rachado pelo tamanho das plantas. Em conversas muito profundas com o piloto, o príncipe conta sobre suas andanças antes de chegar ao nosso planeta, e como ele conheceu algumas figuras muito excêntricas, cada um com suas características que fizeram o pequeno príncipe pensar: o rei, o vaidoso, o bêbado, o homem de negócios, o acendedor de lampiões e o geógrafo.

    O Pequeno Príncipe
    Não, não é um chapéu! Veja com os olhos de uma criança!

    – Só se conhece bem o que se cativa – observou a raposa. – As pessoas já não têm tempo de conhecer nada. Preferem comprar tudo pronto nas lojas. Como não existem lojas que vendem amigos, as pessoas não têm mais amigos. Se quer um amigo, trate de me cativar!

    Mostrar mais

    1 2 3 4 5 151