Ajude a construir o Blog Day 2015!

Hoje, dia 31 de agosto, é comemorado no mundo inteiro o Blog Day! Mas o que é isso? O Blog Day é uma iniciativa muito bacana entre blogueiros, cujo objetivo é divulgar outros blogs que gostamos. A data foi escolhida pelo fato de ter similaridade com a palavra BLOG: BLOG = 3108!

blog day 2015
Foto original do site Pexels.

Eu participei da blogagem coletiva do Rotaroots no ano passado (não viu o post? Clica aqui!) e é claro que não poderia deixar esse ano passar em branco. Porém, não posso repetir as mesmas indicações da outra vez, e por isso pensei em algo diferente: vou indicar um ou dois blogs de cada categoria e vocês vão indicar outros de cada categoria também! Não precisa ser necessariamente das três, mas se você pensar em um blog que se encaixe em uma delas, já pode adicionar ao post. O que acham? Assim, podemos fazer um Blog Day mais interativo e trocando links que, muitas vezes, não conhecemos. Só não vale indicar o próprio blog, combinado?

Como divulgar seu link?
Clique em “Add your link” e insira os dados solicitados (URL, descrição do link e e-mail). Para selecionar uma imagem, você pode escolher uma dentre as disponíveis, inserir a URL ou upar de seu computador. Na próxima etapa, você poderá divulgar o link nas redes sociais ou voltar para o blog (clicando em “Take me back to the linkup”). Esses formulários ficarão disponíveis só no dia 31/08, que é o dia do blog, e depois ele fica indisponível para adicionais mais links.

Mostrar mais

Sorteio: Domingo do desapego #28

Oi, pessoal! Vamos para mais uma semana de sorteio? Logo abaixo vocês encontram uma explicação sobre esse tipo de sorteio que é feito semanalmente aqui no Fluffy e a descrição do livro escolhido para essa semana. [happy]

Leia antes de participar:
Todos os livros sorteados exclusivamente no “Domingo do desapego” foram enviados a mim como cortesia pela Editora Novo Conceito. Esses exemplares não foram solicitados para resenha, e como o volume enviado mensalmente é grande, não tenho como dar conta de tudo e, por isso, resolvi sortear para os leitores do Fluffy. Conversei com a editora antes de qualquer coisa, e esses sorteios foram aprovados por eles. Como os exemplares eram meus, eles estão assinados com o meu nome e data na primeira página, pois tenho o hábito de fazer isso nos meus livros. Fora isso, o estado de conservação deles é novo. Novos sorteios vão ao ar todo domingo e têm duração de uma semana. O resultado pode ser conferido em cada respectivo post. Expliquei mais detalhes no primeiro post da coluna, e você pode conferir aqui.


ATENÇÃO:
Neste sorteio, teremos DOIS LIVROS PARA UM VENCEDOR (pode comemorar!), e por isso ele durará duas semanas, sendo que termina no dia 12 de setembro. Mais detalhes estão no fim deste post. [wink]


Perdendo-me

Perdendo-me
Série Losing It, livro 1
Cora Carmack
Editora Novo Conceito, 2014
288 páginas

VIRGINDADE.

Bliss Edwards vai se formar na faculdade e ainda tem a sua. Chateada por ser a única virgem da turma, ela decide que o único jeito de lidar com o problema é perdê-lo da maneira mais rápida e simples possível com uma noite de sexo casual.

Tudo se complica quando, usando a mais esfarrapada das desculpas, ela abandona um cara charmosíssimo em sua própria cama. Como se isso não fosse suficientemente embaraçoso, Bliss chega à faculdade para a primeira aula do último semestre e… adivinhe quem ela encontra?

Veja o livro no site da editora | Adicione no Skoob

Fingindo

Fingindo
Série Losing It, livro 2
Cora Carmack
Editora Novo Conceito, 2014
336 páginas

Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam… E eles nem sonham que a filha vive assim. Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado.

Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida. Um faz de conta com data marcada para terminar… E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você.

Veja o livro no site da editora | Adicione no Skoob

Para participar, basta fazer login pelo Facebook (ou com seu nome e e-mail) no formulário abaixo e seguir as regras (clicando no botão verde e fazendo o que a regra pede). Nesse sorteio há duas regras obrigatórias e duas opcionais: fazendo as obrigatórias, abrem as demais, mas você não é obrigado a fazer todas, só as que quiser. Se você tiver alguma dúvida, acesse o tutorial. [wink]

Mostrar mais

Follow Friday #84

follow friday

Oi, pessoal! Como estão?

Por aqui, a vida anda corrida nessas últimas semanas, mas tenho boas notícias. Uma delas é que hoje estou entrando em férias do meu trabalho, então vou dedicar um tempo pra pensar em uma forma de conseguir postar regularmente aqui no blog, sem comprometer tanto os meus dias ou me esgotar além da conta. Falei sobre isso no último Follow Friday, pra quem não viu. [happy]

E outra boa notícia é que vou estar na Bienal do Livro no dia 05! Obaaaaa! Quero encontrar muita gente por lá, e se você me ver e eu parecer indiferente, venha e me dê oi! A minha memória não é muito boa e sou muito desligada, mas pode chamar, me parar nos corredores, enfim! Tomara que muitos de vocês estejam por lá esse dia! Eu já estou fazendo minha programação (olha a ANSIEDADE!) e, quem sabe, semana que vem falarei mais sobre ela aqui.

Ah, e mais uma boa notícia é que estou participando do Top Blog 2015! Já participei um ano e fiquei em segundo lugar na categoria de literatura pelo júri popular. [heart] [heart] [heart] Esse ano, o site do prêmio foi reestruturado e me pareceu bem mais organizado, então resolvi tentar de novo. E eu preciso da sua ajuda pra chegar no Top100, que é a primeira etapa de votação. Por favorzinho, vota no Fluffy? * carinha de gatinho do Shrek aqui * É muito incrivelmente fácil, é só clicar aqui, depois clicar em “vote aqui”, depois confirmar que você não é um robô, e depois em “votar”. Viu, super fácil! [love]

Ah, e os posts da semana? Tivemos dois: um look super fofo com saia rosa de poá preto e a resenha de uma autora gaúcha, com seu livro chamado Paraíso Selvagem.

Vamos divulgar? Deixei aqui abaixo o link do seu blog ou do melhor post da semana, e não esqueça de clicar e comentar nos blogs que mais lhe chamarem a atenção também. Vamos fazer uma rede de puro amor nessa blogosfera! [heart] O widget fica disponível até domingo à noite, então aproveitem. Esse espaço é todo de vocês.


Maria da Graça Rodrigues – Paraíso Selvagem
Paraíso Selvagem

Paraíso Selvagem
Maria da Graça Rodrigues
Editora Movimento, 2014
216 páginas

Cultura

A autora entrelaça dialeticamente a vida dos indivíduos à vida social, e os conflitos em que aqueles mergulham não são resultantes apenas de suas subjetividades cindidas, mas das circunstâncias objetivas da realidade brasileira, desde a migração dos gaúchos rumo ao Centro-Oeste à presença do nascimento de uma consciência ecológica no país, passando por ONGs forjadas e pelo extermínio de índios, sem contar outros motivos candentes de nossa modernidade inconclusa, como o aborto e o novo papel da mulher no âmbito privado e no contexto público.

Quando a escritora gaúcha Maria da Graça Rodrigues entrou em contato comigo para que eu lesse e fizesse uma resenha de um de seus livros aqui no blog, fiquei ao mesmo tempo em dúvida, por estar com pouco tempo para me dedicar às minhas leituras, e feliz por se tratar de uma autora da minha terra, o Rio Grande do Sul. Porém, balanceando vários fatores, acabei aceitando a parceria. Afinal de contas, além de apoiar a literatura nacional, estaria também divulgando uma autora do meu estado. E eu só tive surpresas com Paraíso Selvagem! Eu não esperava nada do que encontrei no livro, e me surpreendi positivamente. Agora, quero contar um pouquinho dele pra vocês.

Lançado em agosto de 2014, “Paraíso Selvagem” conta a história de migração de gaúchos para o Mato Grosso – mais de 40 mil habitantes matogrossenses têm origens no Rio Grande do Sul (fonte). Quando Mariana se forma pelo curso de veterinária, ela busca pelo estágio perfeito no Mato Grosso do Sul. O anúncio pedia que duas pessoas selecionadas fossem à fazenda Paraíso, no Pantanal, para catalogar a fauna e a flora da região e construir um catálogo turístico do local. A ideia do proprietário, Santiago Xavier, era trazer pessoas de todo o mundo aos seus alojamentos. Porém, tudo parecia perfeito demais – inclusive o próprio dono das terras. Aos poucos, a moça vai descobrindo prazeres desconhecidos, ao mesmo tempo em que tenta não dar ouvidos às coisas que as pessoas falam e descobre outras que a farão mudar de ideia sobre todos os seus planos. O que era para ser apenas um estágio temporário vai deixar marcas para mais tempo, não só para ela, mas para todas as pessoas ao seu redor – personagens encantadores que, em seu jeito simples de interior, vão encantar o leitor!

O livro é dividido em três grandes partes: na primeira, acompanhamos o encontro de Mariana e Santiago em meio às terras do Pantanal; no segundo conhecemos a história de vida de Santiago, desde menino, sempre tão misterioso e fechado sobre si mesmo; e no terceiro, encontramos o fechamento definitivo da história. Achei que a narrativa ficou muito bem separada, e essa “quebra“, pulando para o passado do menino Santiago, foi o ingrediente certo para que o leitor não caísse na monotonia. Dentro de cada uma dessas três partes, temos capítulos menores, mas a separação não se dá com páginas, e temos a sensação de que não há capítulos que separam a história. Alguns talvez se incomodarão com isso, mas no meu caso não foi um problema, visto que engoli cada página após a outra na ansiedade de saber como tudo terminaria.

O que mais me assustou logo de início foi a escrita da autora. Não me entendam precipitadamente mal: ela é muito natural, fluida e fácil (pelo menos aos acostumados às palavras e expressões gaúchas que aparecem vez ou outra), mas é bem diferente do que costumo ler. Por exemplo, Graça intercala os diálogos com travessões com vários diálogos descritivos. Por exemplo, os leitores não acompanham todas as falas dos personagens, mas sabem o que eles dizem porque a autora nos fala em parágrafos. Eu não sei explicar muito bem, mas é mais ou menos isso. E não é que isso seja um ponto negativo, muito pelo contrário, a autora conseguiu mexer um pouco a minha cabeça com isso, fazendo com que eu tivesse acesso a uma literatura escrita de forma um tanto diferente, mas não por isso de menos qualidade.

Eu só atribuí quatro estrelas, ao invés de cinco, porque senti falta de um pouco mais de introdução a algumas cenas (verdade seja dita: elas eram tão boas que mereciam mais detalhes, e isso é algo puramente pessoal!). Mesmo assim, não sentimos tanta falta, pois, mesmo que o romance tenha sido narrado bem depressa, a autora soube dar ênfase aos momentos mais importantes da narrativa. Com o uso de passado, presente e até um pouco de um futuro (que os personagens não conhecem ainda, mas que a autora nos revela), Paraíso Selvagem entrou para a lista das leituras mais agradáveis que tive o prazer de ler esse ano.

Maria da Graça tem outros dois livros publicados: Lua Castelhana e Helena de Uruguaiana, e esse último é certamente um dos próximos livros que quero ler, pois tem uma sinopse de tirar o fôlego e cuja segunda edição está para ser lançada ainda esse ano.

Look: Poá com preto e rosa

Oi, gente! Estou de volta com mais um look do dia pra vocês! [happy]

Admito que é bem raro me ver usando saias, pois não gosto de mostrar as pernas, mas de vez em quando eu fico mais inspirada e invisto em algo mais curto. Eu tenho uma saia de bolinhas de cintura alta há um bom tempo, e ela fica linda com uma blusinha preta e lisa. Analisando meu armário e as possibilidades de combinações que poderia fazer com ela, percebi que eu tinha várias peças que ficariam bem bacanas quando colocadas juntas. Então, resolvi mostrar pra vocês esse look, todo nas cores rosa e preto (é bem fácil encontrar rosa no meu guarda-roupa, mas preto é raro!).

Enfim, espero que gostem! [love]


O colar que estou usando é este aqui da loja Cellophane.

Mostrar mais

1 2 3 4 5 166