Bella Andre – Os Sullivans #10: Quando um homem ama uma mulher

Resenha do livro Quando um homem ama uma mulher Bella Andre

Quando um homem ama uma mulher
Série Os Sullivan, livro 10
Bella Andre
Editora Novo Conceito, 2015
304 páginas

Saraiva

Os olhos de Jack estavam mais negros, até mesmo mais intensos, do que ela se lembrava conforme ele caminhava em sua direção. Ela se esforçou para suas pernas não tremerem, e para não sair correndo direto para os braços dele. Para Mary Sullivan, reunir-se com os oito filhos, genros, noras e netos no chalé do Lago Tahoe é sempre um motivo de alegria. Cada um dos objetos que decoram a casa traz consigo um turbilhão de lembranças, todas elas guardadas com muito carinho em seu coração. Ao acender a lareira em mais uma noite de inverno, Mary imediatamente volta aos dias do início do seu tórrido romance com Jack, vivenciando novamente o amor que mudaria a sua vida para sempre.

Os primeiros oito livros da série Os Sullivan contam a história dos oito irmãos da família que moram em São Francisco. Depois disso, a autora deu vida e um livro próprio para cada um dos irmãos de Seattle, que são primos dos que residem na Califórnia. O nono livro, O jeito que me olha (tem resenha aqui!) começou a história de Seattle com o detetive Rafe, ao passo que neste livro, o décimo da série, volta para São Francisco para contar a história de como a mãe de todos eles, Mary, conheceu Jack. Particularmente, acho que este livro poderia ser lido antes do anterior, para dar um cronograma melhor à história. Não que a leitura na ordem atrapalhasse alguma coisa, pois você pode ler essa série totalmente fora de ordem que continuará sendo boa, mas digo que, por uma questão de lógica, o 10 deveria ter sido lançado antes do 9. Dito isso, vamos à resenha de Quando um homem ama uma mulher.

Na introdução do livro, Bella Andre nos diz que, até escrever este livro, ela não tinha ainda nenhuma história preferida dentre todas as dos Sullivan. Porém, a história de amor entre Mary, uma modelo conhecida mundialmente e Jack, um engenheiro que trabalha na garagem de casa, tornou-se seu romance favorito até então. E não é por nada: os dois personagens são tão improváveis que o encontro torna-se lindo, único.

Mary estava fazendo a sua última sessão de fotos na Union Square, enquanto Jack recebia um “não” em resposta ao seu grande projeto de dez anos. Qual a probabilidade de esses dois se encontrarem? Porém, quando Jack, à procura de uma solução para o seu problema, dá de cara com Mary, ele sabe que ela é a solução que ele estava procurando. Só que, mais do que precisar dela para o seu sonho, ele precisa dela. Pura e simplesmente dela. Pode parecer simples, mas não é tanto assim.

Mary já sofreu muito em seus 13 anos de modelo. Além de ter deixado sua casa para trás e de, desde então, nunca ter voltado a falar com seus pais, ela também teve diversas desilusões amorosas com homens que só estavam interessados pela sua fama. Por isso, por tudo o que ela passou, vai ser difícil acreditar no amor verdadeiro mais uma vez.

A história acontece em São Francisco, assim como todos os oito primeiros livros da série. E quem me conhece sabe que eu AMO São Francisco, e por isso sou apaixonada pela saga d’Os Sullivan. Porém, esse livro, em especial, ganhou meu coração mais ainda, pois Mary é da Itália, e escolheu essa específica cidade dos Estados Unidos para recomeçar a sua vida. O que acaba acarretando em uma narrativa detalhada e os motivos que a fizeram se apaixonar e escolher essa cidade – e, logo, me fizeram lembrar o quanto amo esse lugar!

Essa história é realmente linda e me conquistou, pois diverge um pouquinho das outras sete da família. Poderia dizer que está dentre uma das minhas favoritas, pois os personagens são muito maduros e seguros de si. Só achei que a escrita da Bella Andre – ou a tradução – está um pouquinho mais “difícil” do que nos outros livros da série, e eu estranhei um pouco isso. Fora esse detalhe, quem gosta de romances vai amar esta história. Como eu sempre digo: é clichê sim, mas quem não gosta de um clichê delicioso de ler de vez em quando?

POSTS RELACIONADOS

1 comentário

  1. Responder

    Célia

    03/03/2016

    Nossa! Não tinha ouvido falar dessa série de livros, fiquei super interessada. Parabéns pela resenha.
    Dêm uma passadinha no meu blog ainda em crescimento RS. lovelybooksbr.blogspot.com
    Beijinhos

ESCREVA UM COMENTÁRIO