Posts da categoria

Para ouvir

Playlists e dicas do que estou ouvindo no momento.


Você conhece o último álbum do Tiago Iorc?

Publicado em 27.09.15

A primeira música que ouvi do Tiago Iorc foi Nothing but a song, há quase 10 anos atrás. Vocês se lembram? Se não me engano, a canção fazia parte de alguma novela da Globo, e por isso ela ficou bastante conhecida. Me lembro que me impressionei quando soube que era cantada por um brasileiro. Até hoje, ela é uma das minhas músicas preferidas, junto com Bad Day, do Daniel Powter e Hey There Delilah, do Plain White T’s. Eu costumava dizer que essas eram as minhas três músicas favoritas de todos os tempos e, mesmo depois de muitos anos, continuo gostando muito delas.

Tiago Iorc

Mas bem, o assunto aqui é o Tiago. Depois daquela época, eu nunca mais ouvi falar dele, até alguns meses atrás. Eu o sigo pelo Instagram e via algumas fotos de turnê de seu novo álbum, Troco Likes, mas nunca realmente dei muita atenção (mesmo achando o nome curioso e interessante). Então, há apenas uma semana, resolvi colocar o álbum pra tocar no Spotify. Pra alguém que não costuma gostar de música nacional, como eu, posso dizer que fiquei bastante impressionada com o que ouvi.

Eu não sou especialista em música, mas pelo meu gosto, posso dizer que esse álbum tem uma qualidade incrível. As músicas são bem produzidas, com letras inteligentes e melodias encantadoras, e acredito que é impossível não gostar de, pelo menos, algumas. Eu estou ouvindo há uma semana e cada vez gosto mais e mais. Tenho que dizer: o tempo deve ter feito muito bem ao Tiago Iorc, pois além de ótimas músicas, ele se tornou um fofo. Meninas, concordam? *-* Se não concordam, é só ver o clipe da música Dia especial, releitura da banda Cidadão Quem, que é muito sensível, inocente e fofo.

Mostrar mais

Gabi Orlandin
Post escrito por: Gabi Orlandin

O meu mais novo vício: Ed Sheeran

Publicado em 05.08.15

É claro que todos vocês provavelmente conhecem Ed Sheeran, o cantor irlandês mais fofo de todos os tempos (quem não acha isso, afinal?). Depois do sucesso da música Thinking Out Loud aqui no Brasil, comecei a ouvir outras canções do moço e me apaixonei. Então, quando pensei em falar sobre música novamente aqui no blog, não tive dúvidas: teria que ser um post dedicado ao ruivinho mais lindo e que está no topo das minhas músicas mais tocadas.

Essa não é uma das fotos mais conhecidas do cantor, mas é tão irresistivelmente fofa que foi impossível não colocar aqui.

Ed Sheeran (Edward Christopher Sheeran) nasceu no dia 17/02/1991, em Halifax, West Yorkshire na Inglaterra. Ed começou a compor ainda na infância, enquanto frequentava a ‘Thomas Mills High School’, em Framligham. Nesta época, ele havia se mudado para Suffolk com seu pai, o professor de artes irlandês John Sheeran, e sua mãe, a britânica comerciante de jóias Imogen Lock.
Fonte: Música.com.br

O sucesso de Ed veio no lançando do álbum intitulado + (Plus), lançado em 09 de setembro de 2011. Ele contém 13 faixas, e dentre elas, as que eu mais gosto são The A Team, Drunk (quem não se lembra do clipe dele com o gato?), Lego House e Give me love. Em 23 de junho de 2014, lançou o álbum Multiply, e foi quando eu realmente me identifiquei com o estilo de música do Ed. As minhas favoritas desse trabalho são I’m a mess, Don’t, Sing, Photograph e Thinking out loud.

Sabe quando a gente ouve músicas muito boas por aí, e sempre diz que adora, mas não sabe quem canta? Aconteceu comigo com umas três ou quatro músicas do Ed; eu sempre ouvia em vários lugares, mas não sabia que eram dele. Isso foi uma surpresa e tanto! Comecei a ouvir mais quando assinei Spotify (uma das melhores coisas que já fiz, sério!) e criei uma playlist com as minhas músicas favoritas do cantor. Resumidamente, só toca essa playlist ultimamente. E já faz mais de um mês. *-* Quando eu descubro um cantor, fico vários meses ouvindo sempre as mesmas músicas. Alguém se identifica?

Inspirada pelas letras muito românticas e melodias pra lá de gostosas de ouvir, criei uma seleção das músicas que citei aqui no post pra vocês ouvirem – mais uma plus: All of the stars, porque merece, né?

Espero que tenham gostado da playlist! Me contem: qual é a sua música favorita dele?

Assuntos: ,
Gabi Orlandin
Post escrito por: Gabi Orlandin

Conheça o som de Jenni Mosello

Publicado em 16.06.15

Há alguns dias recebi um e-mail com a divulgação de uma cantora chamada Jenni Mosello. Nunca tinha ouvido falar sobre ela, por isso cliquei nos links para conhecer mais. E não é que simpatizei mesmo? Por isso resolvi falar sobre a moça aqui no blog.

Jenni Mosello

Jenni nasceu em Curitiba, em 1994, mas viveu dez anos em Roma, na Itália. Foi no país europeu que ela se influenciou pelos estilos Jazz, Blues e Soul; na volta ao Brasil, em 2005, a artista juntou ao seu repertório inspirações nacionais, como Bossa, MPB e Samba. Em 2012, Jenni começou a se apresentar com a banda curitibana Open, cantando Jazz em casas da capital paranaense. Desde então, sua voz tornou-se característica do estilo musical na cidade. O resultado de todas as influências e experiências está em seu primeiro álbum, chamado Sketches, Jenni Mosello, lançado em um show gratuito em Curitiba, no dia 11 de junho de 2015.

O CD conta com cinco faixas em inglês, dentre as quais podemos destacar “Look Me In The Eyes”, composta com exclusividade pelo compositor canadense James Bryan, que já trabalhou com grandes astros da música mundial, como Nelly Furtado e Backstreet Boys. O álbum foi produzido pela dupla Alexy Viegas e Maycon Ananias, que já trabalhou com Maria Gadú e Thiago Iorc.

Jenni Mosello

“Esse EP marca uma nova fase em minha carreira, onde o público terá a oportunidade de conhecer meu lado autoral, com interpretações e composições próprias. Foram meses trabalhando intensamente no ‘Sketches, Jenni Mosello’ e o resultado final é muito interessante. Chegamos em um álbum que traz uma Jenni mais pop, mas sem deixar de lado as influências que sempre me acompanharam durante a carreira. Além disso, tive o prazer de gravar com produtores sensacionais e com músicos que trouxeram muita experiência e deixaram o trabalho ainda mais gratificante.” – Jenni Mosello.

Links: Site oficialFacebookYouTubeInstagram

Mostrar mais

Assuntos: ,
Gabi Orlandin
Post escrito por: Gabi Orlandin

TAG: Minha vida em 10 músicas

Publicado em 10.06.15

Em fevereiro desse ano eu fui indicada pela Stephanie do blog Quase Mineira para responder a TAG “Minha vida em 10 músicas”. Cinco meses depois, eis que finalmente vim cumprir a minha indicação. Vocês sabem que eu sempre atraso os memes, né? Haha! Mas é como eu sempre digo: antes tarde do que nunca!

Minha vida em 10 músicas

Essa TAG consiste em responder 10 perguntas usando músicas. Óbvio como o nome. Acredito que nem todas tenham ficado 100% certas, pois eu teria muitas outras músicas pra colocar como resposta, mas só pude escolher uma. Enfim, vamos lá?


1. Uma música que me lembre um momento bom

Firework, de Katy Perry. Eu até poderia dizer que essa é uma das minhas músicas favoritas, mas sem sombra de dúvidas é minha favorita da Katy. Eu adoro a positividade da letra, e o clipe só veio confirmar o que eu já sentia ouvindo. Ela me lembra um momento bom porque o refrão foi a minha música de formatura. Eu percebi que minha escolha tinha sido perfeita para a ocasião quando chamaram meu nome e, logo após, a Katy invadiu o auditório cantando “Baby, you’re a firework”.

You don’t have to feel / Like a wasted space / You’re original / Cannot be replaced


2. Uma música que defina sua vida

Something More, de Nick Vujicic. Para quem não conhece, o Nick é um cara que nasceu sem os membros, e conta apenas com um pequeno pezinho para fazer todas as tarefas cotidianas – na medida do possível. Depois de uma adolescência difícil e de tentar tirar a própria vida, ele enxergou que Deus tinha um propósito para a sua vida. Assim, ele se tornou palestrante motivacional e inspira muitas pessoas mundo afora. Ele também criou a Life Without Limbs, organização sem fins lucrativos que ajuda a transmitir a mensagem de Deus no mundo, para a qual ele gravou essa música. Ela já me fez chorar e me fez abrir os olhos para as coisas bonitas da vida – e o quanto ela vale a pena, apesar de tudo. Hoje, a cada vez que ouço, ela me traz uma sensação de paz.

I know there’s something more / Than what we’re living for / I see it in the stars / I feel it on the shores.

Mostrar mais

Assuntos: , ,
Gabi Orlandin
Post escrito por: Gabi Orlandin

Você conhece Lindsey Stirling?

Publicado em 25.03.15

Lindsey Stirling

Lindsey Stirling é uma violinista nascida no dia 21 de setembro de 1986 em Santa Ana, no estado da Califórnia. Desde pequena, ela tinha influência do pai para música clássica, tanto que começou a estudar violino desde cedo. Em 2012, ela entrou em uma banda com quatro amigos, intitulada Stomp on Melvin. Mais tarde, quando criou seu canal no YouTube, ela chamou-o de lindseystomp, e quando lançou um EP com três músicas, intitulou como Lindsey Stomp, em homenagem à banda.

Lindsey também participou da quinta temporada do programa America’s Got Talent, no qual ela foi eliminada nas quartas de final. A forma como foi eliminada do concurso lhe deixou bastante magoada: os jurados disseram que o que ela fazia (tocar violino com passos de dança) não era o suficiente para ter sucesso e conseguir encher uma plateia. Só que – para nossa alegria! – ela não desistiu. Pelo contrário: foi essa “humilhação” que a fez persistir no seu sonho. E, para provar que seu talento encheria SIM uma plateia, ela tem 675 milhões de visualizações no YouTube e entradas esgotadas para shows.

Lindsey Stirling

Ela já lançou dois álbuns: o primeiro intitulado com seu nome, lançado em 2012, vendeu 350 mil cópias nos Estados Unidos, e a música mais conhecida é Cristalyze; o segundo álbum, chamado Shatter Me, foi lançado em abril de 2014. O primeiro single desse álbum também se chama Shatter Me, e é em parceria com a cantora Lzzy Hale. Sou apaixonada pelo primeiro, e estou começando a ouvir o segundo agora, e estou amando também. Adoro as músicas instrumentais para ouvir enquanto leio um livro.

A primeira turnê da violinista aconteceu em 2012, pelos Estados Unidos e em 2013 ela passou pela Europa. A boa notícia é: em 2015 ela vem para o Brasil! Na turnê do seu segundo álbum, Lindsey vai passar por três estados brasileiros: Rio de Janeiro (11 de abril), São Paulo (13 de abril) e Porto Alegre (14 de abril). Tá logo aí! Eu queria tanto ir! D:

No seu canal do YouTube, encontramos, além das suas músicas próprias, também vídeos, regravações e covers únicos e lindos de vários sucessos. Um dos que mais gosto é o do Senhor dos Anéis. Eu ainda não li a série, mas acho a música e o vídeo fantásticos. Uma amiga que conhece a história me disse que a versão da Lindsey compreende os três filmes, com as entonações do ápice, da guerra e do final da história. Simplesmente lindo!

Quem já conhecia? Para quem quiser ouvir os álbuns, eles estão disponíveis no Spotify.

Assuntos:
Gabi Orlandin
Post escrito por: Gabi Orlandin
Subir!