Elika Takimoto – Minha vida é um blog aberto

crônicas saraiva

Prêmio Saraiva de literatura juvenil de 2014:

As crônicas de FiorellaTempo de chuva • Minha vida é um blog aberto


Resenha do livro Minha vida é um blog aberto

Minha vida é um blog aberto
Elika Takimoto
Editora Saraiva, 2015
112 páginas

Saraiva

Elika Takimoto é carioca, professora de física, casada, mãe de três filhos e ainda encontra tempo para ser escritora e blogueira. Ela costuma escrever crônicas sobre os mais variados assuntos, geralmente relacionadas à suas experiências vividas em casa, no trabalho e nas ruas. Neste volume, finalista do 1º Prêmio Saraiva na categoria Literatura Juvenil, encontramos textos recheados de humor, afetos e, principalmente, sensibilidade e reflexão. Uma conversa na manicure, o reencontro com um amigo de infância ou o trabalho para convencer o marido a ir a uma festa: tudo isso se transforma em um prato cheio para a cronista.

Elika Takimoto foi uma das vencedoras do prêmio Saraiva de literatura juvenil de 2014, e teve o seu livro de crônicas publicado pelo selo da editora (juntamente com os outros colocados, Carlos Almeida e Vanessa Martinelli). Minha vida é um blog aberto é, na verdade, o nome do blog da japonesa carioca e mãe de três filhos, professora de física, escritora e, claro, blogueira. Ufa! Algumas crônicas que inicialmente estavam no blog agora podem ser conferidos neste livro, lançado em 2015.

Nesta coletânea de crônicas, encontramos várias divagações sobre a vida da Elika e vários trechos bem engraçados. A autora tem esse humor, de fazer piada consigo mesma, que é impossível não divertir o leitor. Entre um capítulo e outro, ela aborda a sua vida de mãe (quando às vezes precisa fazer coisas mirabolantes pra cuidar dos filhos), sua carreira acadêmica e as viagens a trabalho (e um certo incidente com uma roupa de mergulho pequena demais – eu ri muito!). Além disso, a autora fala sobre incidentes do dia a dia, como conversar com alguém e não lembrar o nome, lembranças da infância e vários outros assuntos que ela vai devaneando ao longo das páginas.

O ponto diferencial deste livro é, com certeza, a linguagem. Elika escreve de forma a imitar a língua falada ou o pensamento. Muitas vezes, inclusive, ela não faz uso da vírgula, expressando a rapidez do pensamento. Ou ainda escreve de forma “errada” propositalmente, para demonstrar a língua falada no subúrbio do Rio de Janeiro, onde vive.

Eu adoro livros de crônicas porque, além de rápidos de ler, nos permitem adentrar em várias situações engraçadas ou reflexivas. Minha vida é um blog aberto é, em suma, uma coletânea divertida que leitor nenhum, fã de histórias curtas, vai querer perder. E aposto que depois vai correr ao blog pra continuar lendo! 🙂

POSTS RELACIONADOS

3 comentários

  1. Responder

    Silvânia Alves

    29/02/2016

    Adorei sua resenha, muito bem escrita. Conheço o blog da Elika, ( e ela também, através das redes sociais) realmente ela é super divertida.
    Só uma pequena correção, a vencedora do prêmio Saraiva na categoria juvenil, foi a Vanessa Martinelli, a Elika ficou com o segundo lugar.
    Parabéns pelo blog, amei!

    Beijos.
    http://www.detudopouco.com.br

    • Responder

      Gabi Orlandin

      01/03/2016

      Olá, Silvânia!
      Obrigada pelo aviso, eu confundi a Vanessa com a Elika. Já corrigi na resenha! 😉
      Beijos.

  2. Responder

    Dani

    03/04/2017

    Livro literário muito legal e interesante <3 :* *-*

ESCREVA UM COMENTÁRIO