Katherine Applegate – O grande Ivan

Resenha do livro O grande Ivan

O grande Ivan
Katherine Applegate
Editora Novo Conceito, 2014
288 páginas

Saraiva

Meu nome é Ivan.
Eu sou um gorila.
Não é tão fácil quanto parece…

Ivan mora dentro de um shopping e nunca tinha pensado em voltar para a natureza até o dia em que a pequena Ruby, um filhote de elefante, foi comprada pelo dono do circo. Baseado em fatos reais, “O grande Ivan” é uma história deliciosa, cheia de humor, ao mesmo tempo doce e inteligente, sobre os direitos dos animais e sobre a força da amizade. Não importa quantos anos você tem… Você deveria ler este livro hoje, agora mesmo. Aliás, o que você está esperando para começar?

O grande Ivan é um livro lindo, de capa dura, publicado pela editora Novo Conceito através do selo #irado. Eu já tinha me cativado pela sinopse e pelas divulgações feitas pela editora na época do seu lançamento, lá no final de 2014, e depois acabei esquecendo-o na estante. Quando peguei, vi que os capítulos eram bem curtinhos e a leitura seria rápida de ler. Decidido: essa seria a minha próxima leitura.

Resenha do livro O grande Ivan

Resenha do livro O grande Ivan

Neste livro, conhecemos a história do gorila de costas-prateadas, Ivan, também conhecido como Grande Ivan. Ele cresceu na selva, mas desde pequeno vive longe dela, entre os humanos. Porém, os últimos anos têm sido realmente solitários, se não fosse pela companhia da elefanta Stella e do cachorro de rua Bob. Isso porque os três amigos moram (com exceção de Bob, que resolveu viver livre) em um shopping, onde recebem visitantes – que deixam mãozinhas grudentas no vidro da jaula -, e fazem apresentações três vezes ano dia, 365 dias por ano.

Quem conta a história é o próprio Ivan, com sua visão inocente e ingênua sobre o que acontece ao seu redor. Ele compreende muitas coisas; só não entende a raça humana – esses são mesmo difíceis de decifrar! Quando algo triste acontece, Ivan toma para si a tarefa de dar uma vida melhor à Ruby, uma pequena elefantinha que chegou há alguns dias no Shopping. Mas como ele faria isso, se nem a sua própria vida ele conseguiu salvar daquele lugar pequeno e sujo? Se tem uma coisa que Ivan gosta é pintar, e com a ajuda de Júlia, filha do homem que limpa o local à noite, ele consegue papeis e canetinhas para executar um plano. Será que vai dar certo? Será que irão entender a mensagem que ele quer transmitir?

Resenha do livro O grande Ivan

Resenha do livro O grande Ivan

Com uma linguagem simples, Katherine Applegate com certeza atinge as crianças, que são o público alvo desta história, mas também consegue chegar ao coração dos jovens e adultos. Ivan é simplesmente encantador com sua visão sonhadora do mundo, e instantaneamente nos apaixonamos também por Bob, o cachorro que não queria ser domesticado; por Stella, que tem uma memória de elefante mesmo; e depois por Ruby, que é uma pequena muito curiosa. Os capítulos são bem curtos (mesmo, muito curtinhos!) e intercalados com imagens muito bonitas em preto e branco sobre alguns trechos da história. Ao ler uma página, é impossível não querer virar mais uma, e mais uma… até terminar.

Eu acho que nunca tinha lido um livro escrito por um animal, com conversas entre animais, e eu adorei. É uma história bonita (inspirada em um Ivan real!), que passa lindas mensagens sobre amizade, superação de obstáculos e a crença nos sonhos. Além disso, ainda mostra o maltrato a animais, que os próprios personagens enfrentam no decorrer da trama.

Como vocês sabem, eu trabalho durante o dia todo, e tenho pouco tempo pra me dedicar à leitura. Mesmo assim, este livro foi lido em dois dias – contabilizando as horas, diria que foram umas 4 ou 5. É super rápido! Se vocês tiverem a oportunidade, e quiserem dar uma chance a este livro, eu aposto que vai lhes conquistar! Mesmo que seja infantil, é impossível não se apaixonar um pouco (ou muito!) pela história. Mais do que recomendada, cinco estrelas.

POSTS RELACIONADOS

2 comentários

  1. Responder

    Babi Lorentz

    21/07/2015

    Ei, Gabi!
    Quanto tempo faz que não passo por aqui pra deixar um comentário, heim? To me sentindo na obrigação de ir lendo tudo agora, rs.
    Eu li esse livro assim que ele chegou pra mim, exatamente por ter reparado que os capítulos eram bem curtinhos. Fiz até um vídeo sobre ele, se não me engano, mas não sei se cheguei a postar. Foi bem naquela época que eu tava pensando se ia ou não continuar com o canal.
    Achei uma fofura. Realmente, a ideia de utilizar um animal para narrar o dia a dia deles naquele shopping foi uma sacada bem legal da autora. O Ivan é tão inocente quanto uma criança e isso me deixou apaixonada pela historinha.
    Eu passei este livro (assim como todos os outros do selo Irado) pra estante do meu irmão. Lá eles ficaram lindos, enfeitaram o quarto e vão acabar deixando o Nando com essa sede pela leitura que ele já parece ter puxado de mim. 😀
    Beijão, Gabi!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      23/07/2015

      Oi Babi!
      Sim, faz muito tempo que a gente não se fala mesmo. Eu não costumo acompanhar canais, até porque minha internet não é lá grandes coisas, e sempre demora pra carregar vídeos. Além do mais, ainda sou das antigas, não me acostumei muito com os vídeos, hehe 🙂
      Ain, que lindo você incentivando o Nando a ler! Faz um tempo que não vejo fotos suas e dele pelo Facebook (tô me controlando pra não ficar tanto tempo por lá), mas ele deve estar grandão! *-*
      Adorei a tua visita e os vários comentários aqui <3
      Beijocas! :*

ESCREVA UM COMENTÁRIO