Cristina Sánchez-Andrade – O livro de Julieta

Publicado em 26.01.17
O Livro de Julieta

O Livro de Julieta
Uma menina com síndrome de Down e a ternura de sua mãe
Cristina Sánchez-Andrade
Editora Paralela, 2012

Um biquíni novo, um passeio de mãos dadas com os irmãos, uma piscina de bolinhas, a chuva, a rotina. Para Julieta, a felicidade é isso. Já para sua mãe, a jornalista espanhola Cristina Sánchez-Andrade, a felicidade é algo um pouco mais complicado, principalmente depois que sua filha foi diagnosticada com síndrome de Down. “Ela vai te fazer companhia a vida inteira”, “É um presente de Deus”, “Você é forte, vai superar” — é tudo o que tem ouvido desde então. Através de memórias, bilhetes, cartas, diálogos e impressões, este livro narra a história real de Cristina e sua filha, uma história de atividades, de trabalho, de cobrança, de médicos, mas também de amor, de carinho, de brincadeiras, de beijos. É a história do cotidiano de uma família e de uma criança muito especial, que é impossível não amar — mesmo quando ela insiste em fazer xixi nas calças todos os dias ou toma detergente enquanto ninguém está olhando.

O livro de Julieta teve uma relação muito fácil comigo: vi a capa, li a sinopse e já quis pra mim. Um caso de amor. *-* Esse afeto todo aconteceu lá em 2013, e várias reviravoltas me distanciaram dessa leitura. O ano de 2016 foi de poucas leituras pra mim, e 2017 está sendo igual, então eu preciso de livros rápidos de serem lidos, e que, ao mesmo tempo, me fisguem logo de cara, nas primeiras páginas. Ao folhear este livro, percebi que seria o livro certo.

O Livro de Julieta

Este pequeno livro nos mostra a história de Julieta, como o nome já diz, uma menina com síndrome de Down, narrado pela sua mãe, a própria autora. Ou seja, aqui o leitor vai encontrar uma série de pequenas histórias, fatos e transcrições reais e sem rodeios do cotidiano da mãe, ao deparar-se com a notícia de que tinha dado à luz uma menininha com deficiência.

A narração não é linear. A gente vai e volta aos vários estágios da vida da pequena Julieta, como se fossem doses homeopáticas, pra montarmos um pequeno quebra-cabeças e saber como é a vida de mãe e filha. Cristina nos conta detalhes pequenos, que nos ajudam a entender como pensa a menina, e como pensam todas as crianças que têm síndrome de Down. Ao saberem que a filha de Cristina tem síndrome de Down, as pessoas simplesmente não sabem como reagir. Ela lidou preconceito, pena, desentendimento, fofoca. Em que mundo vivemos, afinal, que separamos as pessoas “normais” daquelas que possuem uma “deficiência”?

O Livro de Julieta

Neste livro, Cristina abre a alma, fala da dificuldade em amar a sua menininha, e expõe a dificuldade de aceitá-la do jeito que ela é. O leitor se encantará e achará graça com as coisas que Julieta faz e, depois, entenderá que, em tudo, está envolvido o amor. Se você conhece uma criança com síndrome de Down ou não, não importa. A leitura é muito interessante, de qualquer maneira. Um livro lindo, curtinho e rápido de ler, que toca diretamente ao coração. É quase como poesia: leve, apaixonante, que se entrega e se deixa ser devorado. Algo assim, sem explicação. :)

Post anterior
Próximo post
 

Deixe o seu comentário!

|D xO xD x( D: ;P ;) :| :O :D :* :) 8) *-*

4 comentários

Camila Faria

26/01/2017

Que bonito esse livro Gabi, adorei a resenha ~ e imagino que seja uma leitura muito doce. <3

● Responder

Gabi Orlandin

Gabi Orlandin

February 12th, 2017

Oi, Camila!
É sim, um livro delicioso de ler. Quase poético, mas real. *-*

● Responder

Estefânia Prates

07/02/2017

Gabi, que livro é esse? Só quando eu li “Uma menina com síndrome de Down e a ternura de sua mãe” já fiquei com muita vontade de ler. Eu nunca li nada parecido com isso. E a capa? LIndíssima. Espero poder ler em breve.
Bjs

● Responder

Gabi Orlandin

Gabi Orlandin

February 12th, 2017

Esse subtítulo é a coisa mais amada, né? Acho que eu devo ter comprado justamente pelo conjunto da capa linda + subtítulo amorzinho. <3
Beijo.

● Responder

Subir!