Rafael Moreira – Diário de um adolescente apaixonado

resenha do livro Diário de um adolescente apaixonado

Diário de um adolescente apaixonado
Rafael Moreira
Editora Novo Conceito, 2015
128 páginas

Submarino Americanas Saraiva

Ele suou frio quando deu o primeiro beijo. Já sofreu bullying na escola. Já gostou de quem não gostava dele. Sente muita falta de quem foi embora. Já brigou com a namorada por Whatsapp e depois pediu desculpas. Ele não troca os amigos por ninguém. Se bem que amigo, AMIGO mesmo, pra ele, é a família. Em 24 crônicas bem-humoradas (claro), o Rafa conversa com a gente como se estivesse bem pertinho. Acostumado a mostrar o rosto na internet, ele criou coragem e começou a escrever sobre as situações da sua infância, sua relação com a família, com as meninas, com os amigos. De cada história, ele tirava uma reflexão sobre as mudanças que já aconteceram na sua vida e o que ele aprendeu com elas. O resultado está aqui, neste livro que você vai ler e depois abraçar bem apertado.

Eu não conhecia o canal do Rafael Moreira antes de acompanhar alguns comentários acerca do seu primeiro livro na internet (também não conhece? Clica!). Quando recebi aqui em casa um exemplar, cortesia da Editora Novo Conceito, já peguei pra ler porque ele é pequeno e rápido de ler – quer algo mais legal pra um domingo preguiçoso? Além disso, a diagramação me chamou a atenção. Em pouco mais de duas horas, eu já tinha terminado a leitura.

O Rafa, como é conhecido por muitos, fala de vários assuntos em seu livro, que abordam desde relacionamentos, amigos, perdas, família até vida profissional (contando com alguns assuntos que não consegui encaixar no contexto, mas deixemos isso de lado). O livro conta com mais de 25 contos sobre tudo isso e todos eles são rápidos e fáceis de ler, além de terem uma linguagem moderna de quem, obviamente, vive conectado. E é exatamente pra essa galerinha que (me parece que) o livro foi feito: para o pessoal que está sempre online, que vive o ensino fundamental e/ou médio com todas as suas emoções contraditórias e confusas. O autor fala pra esses jovens, que precisam de um rumo, de uma dica do que fazer e de como levar aquela situação complicada e (aparentemente) sem solução adiante.

E foi exatamente por isso – por ser escrito para jovens da idade da escola – que eu não me senti ligada nas coisas que ele escreve. Achei os temas interessantes, mas me pareceu que ele não tinha muito a dizer sobre aquilo – ou pode ser que tivesse, mas as ideias não estão bem organizadas. Alguns contos estão melhores e, sim, dá pra extrair algumas coisas bacanas, mas outros foram apenas de passagem pra mim.

E também há outra coisa que me incomodou: as verdades não são universais. E opiniões muito menos. Em uma passagem o Rafa comenta que homem que leva flores, se esforça pra agradar a menina que ama, faz surpresas e tudo mais é o cara que sempre se ferra, ao passo que aquele sujeitinho que não dá bola é o que se dá bem. COMO ASSIM? Eu entendi que ele quis dizer que isso não está certo, mas no meu ponto de vista, não é sempre assim. É a minha opinião, assim como o autor tem a dele; porém, na minha realidade de adolescente as coisas não foram assim, então achei meio forçado.

Na verdade, esse livro me pareceu muito com aqueles textos que eu gostava de escrever há vários anos mas que nunca publiquei. Textos de desabafo ou de uma súbita inspiração. Se você está em uma idade em que as coisas são indecisas e precisa de algumas dicas, ou mesmo de um livro no qual você possa colocar algumas situações do dia a dia, talvez Diário de um adolescente apaixonado seja uma boa pedida pra você.

“Não dê valor a um ‘eu te amo’ qualquer, dê valor às atitudes que demonstrem isso.”

POSTS RELACIONADOS

4 comentários

  1. Responder

    Beatriz Cavalcante

    03/03/2015

    Esse é um livro que eu não tenho muita vontade de ler. Não conheço o canal dele e nem do outro menino que lançou um livro pela NC e pelo que eu vi não ia fazer me estilo de leitura. Mas como estão fazendo fazendo um sucesso danado estava esperando por alguma resenha para ver do que se tratava. Tinha a impressão de que fosse alguma coisa textinho de ~tumblr~ e agora foi comprovado. hahaha

    Beijos Gabi!

    • Responder

      Gabi Orlandin

      05/03/2015

      É bem isso o que senti lendo esse livro, Bia. Me pareceu uma coletânea de textos de tumblr, daqueles que todo mundo escreve quando acorda inspirado. Aí juntaram com várias fotos dele mesmo e fizeram esse livro. Não curti, infelizmente 🙁
      Beijos.

  2. Responder

    Joice Cardoso

    03/03/2015

    Oi Gabi, não conhecia o canal do autor tbm e sinceramente não me chama a atenção, são raros os canais que me prendem mas quando acontece não largo mais, na realidade nem entende do por que lançarem um livro dele, mas parece que a proposta é bem como tu colocou, acomodar os textos de um adolescente. E só 😉

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    • Responder

      Gabi Orlandin

      05/03/2015

      É exatamente o que eu entendi, Joice. Se fosse pensar, então eu também poderia reunir os meus textos pessoais, juntar umas fotos minhas e publicar um livro. Porque o livro é cheio de fotos dele. Achei o livro bem fraco, e infelizmente não curti.
      Beijos.

ESCREVA UM COMENTÁRIO