Brené Brown – A arte da imperfeição

resenha do livro A arte da imperfeição

A arte da imperfeição
Brené Brown
Editora Novo Conceito, 2012
184 páginas

Este importante livro é sobre a jornada de uma vida, deixando de se preocupar com “O que os outros vão pensar?” e acreditando que “Eu sou suficiente”. A habilidade ímpar da autora em misturar pesquisa original com relatos faz com que a leitura de A Arte da Imperfeição pareça uma longa e animadora conversa com uma amiga muito sábia que oferece compaixão, sabedoria e ótimos conselhos. A cada dia nos deparamos com uma enxurrada de imagens e mensagens da sociedade e da mídia nos dizendo quem, o que e como devemos ser. Somos levados a acreditar que, se pudéssemos ter um olhar perfeito e levar uma vida perfeita, já não nos sentiríamos inadequados. E se eu não posso manter todas essas bolas no ar? Por que não é todo mundo que trabalha duro e vive às minhas expectativas? O que as pessoas vão pensar se eu falhar ou desistir? Quando posso parar de provar a mim mesmo? Em A Arte da Imperfeição, Brené Brown, Ph.D, é uma especialista em vergonha, autenticidade e compartilha a coragem que aprendeu em uma década de pesquisas sobre o poder de viver sinceramente.

Este é, muito provavelmente, o melhor livro de autoajuda que já li. Não quero desmerecer os outros, porque a maioria de livros deste estilo que leio sempre me ajuda bastante. Mas este é mais direto, mais focado para você, para o leitor, entende? Não li nenhuma resenha desse livro ainda, então não sei o que os blogueiros estão achando, mas eu tive uma experiência muito positiva com ele – tanto que agora meu livro está todo riscado de marcador, hehe.

resenha do livro A arte da imperfeição

A autora, Brené Brown, é mestre em escrever sobre os sentimentos que nos incomodam todos os dias, nas coisas mais rotineiras que fazemos e que nem nos damos conta. Autocompaixão, alegria, gratidão, autenticidade, intuição, fé, criatividade, música, dança – são apenas alguns dos assuntos que ela aborda nesse livro maravilhoso. Você tem a coragem de se soltar em público? Você tem alegria, expressa gratidão, acredita na intuição e vive com criatividade? Você é daquelas pessoas que fica com vontade de fazer algo “fora das regras ditas normais”, mas não o faz por medo do que o colega vai falar?

Todo o objetivo do livro é ensinar você a viver uma Vida Plena. Mas, para isso, existem caminhos e manias às quais você precisa se desapegar, aprendendo a viver de uma forma mais harmoniosa com você mesmo e com o que você gosta – não conforme a unidade de medida ditada ou preocupado com o que as pessoas dirão sobre você. Esqueça o que os outros digam, pense no que você quer. É isso que o livro quer transmitir – ensinar o leitor a viver o que ele quer, e não o que é “aceitável”. Você não precisa ser perfeito pra ser aceitável. Basta que seja você mesmo e que isso seja perfeito pra você.

Mas… se você pensa que é fácil, não é, mas é possível. Mudar nosso eu é algo difícil, que demanda muito tempo, mas que nos leva a ter a vida que sempre sonhamos, que devido à desculpas que inventamos, achamos que não é alcançável. Aprendi muita coisa com este livro. Apesar disso, esse é um que será marcado como “ler daqui a alguns anos” para eu saber se realmente consegui colocar em prática o que aprendi ou se preciso praticar mais. Na verdade, sei que vou querer praticar mais, porque quem é que não quer sempre crescer e evoluir como pessoa?

POSTS RELACIONADOS

24 comentários

  1. Responder

    Nana

    09/05/2012

    Hey
    Primeira resenha que leio desse livro, e AMEI
    Imagino que ficarei que nem você e provavelmente lerei várias vezes.

    Nunca li nenhum livro auto-ajuda, sinto que estou precisando.. e adorei o segundo quote que você marcou!

    Parabéns pela resenha!

    Bom final de terça
    Nana – Obsession Valley

  2. Responder

    Jaqueline Silva

    09/05/2012

    Essa foi a primeira resenha que li sobre esse livro, e fiquei muito curiosa.
    Um livro de auto ajuda de vez em quando faz bem, e esse me parece ser um livro bem direto, o que é bom. Gostei muito da sua resenha, Gabi *–*

  3. Responder

    Ludmila

    09/05/2012

    Ei Gabi,
    Apesar de não gostar de livros de autoajuda, gostei da sua resenha e do livro te or objetivo de nos ensinar a viver uma Vida Plena…
    Acho que hoje em dia isso é fundamental.
    Me pareceu ser um livro especial!
    Gostei!
    Beijos

  4. Responder

    Sammy

    09/05/2012

    Acho que todos nós queremos crescer, e esse livro mostra os caminhos para essa evolução. Ainda não tive oportunidade de ler livros de alto ajuda, mas creio que esse com certeza deve ser lido por muitos de nós.

    Bjs

  5. Responder

    Isabela Minati

    09/05/2012

    Oi, Gabi!

    Eu nunca li um livro de auto-ajuda, porque realmente não gosto do estilo, sabe? São livros muito sentimentais, emocionais, com frases pra te ajudar… não consigo gostar disso! haha.
    O kit até que é bonitinho e a capa é fofa, mas não estou interessada na leitura.
    A sua resenha ficou bem linda, mostra que você gostou mesmo do livro 😉

    Beijo!

  6. Responder

    Marla

    09/05/2012

    Olá,
    Primeira resenha que leio sobre esse livro, e como nunca li nenhum livro de auto-ajuda, me interessei em ler esse.
    Ótima resenha.
    *bye*

    Louca por Romances

  7. Responder

    Luara Cardoso

    09/05/2012

    Gabi, essa é a primeira resenha que leio do livro. E nossa, me apaixonei. Eu vou pegar esse livro para ler logo depois que terminar de ler esse que eu estou lendo.
    To precisando de um livro assim, que me ensine a viver uma vida plena. Sabe, me sinto muito carregada com pressão exterior, então acho que esse livro seria uma boa ajuda nessas horas. ;D
    Adorei mesmo!

    Um beijo,
    Luara – Estante Vertical

  8. Responder

    Roberta

    09/05/2012

    já tenho o meu e está na fila [happy] logo logo chega a vez dele.

  9. Responder

    May

    09/05/2012

    Ao contrário de muita gente (maioria blogueiros) que eu conheço, gosto bastante de livros auto-ajuda! Eu ainda não li esse livro, e essa é a primeira resenha que vejo dele, mas já fiquei bem animada! ^^

    beijinhos,
    May ;*

  10. Responder

    Rosane Santos

    09/05/2012

    Adorei sua resenha. Esse livro parece ser muito bom, bem do tipo que estou precisando ler nesse momento. Apesar de não gostar de muito de livros de auto-ajuda, acho que A Arte da Imperfeição captou minha atenção. Quero ter a oportunidade de lê-lo em breve, vamos ver se consigo. 😀

    Abraços

  11. Responder

    Michele B.

    09/05/2012

    oi,
    eu não gosto de livros de auto ajuda, mas depois de ler sua resenha, gostei desse.
    otima resenha!!
    http://lostgirlygirl.blogspot.com.br/

    bjos

  12. Responder

    Mari

    09/05/2012

    Oi flor,
    Ah esse livro estou com ele também, essa foi a primeira resenha que leio dele.
    Me parece um ótimo livro de auto ajudar, com toda certeza depois dessa sua resenha, vou lê-lo e gosta muito ^^
    Beijos

  13. Responder

    Layn

    10/05/2012

    Nunca tinha ouvido falar desse livro, e apesar de ter visto a capa no site da editora faz uns dias, não me interessei em saber mais sobre ele.
    Achei bem interessante, apesar de nunca ter lido um livro de auto ajuda. Quem sabe esse seja o meu primeiro, ne?

  14. Responder

    Fernanda Souza

    10/05/2012

    Oi Gabi, que felicidade encontrar alguém que leia livros de autoajuda (a maioria das pessoas detesta rs). Também tive uma experiência sensacional com esse livro, afinal era um tema que eu já andava discutindo com alguns amigos meus que se interessam pelos temas Vida Plena e o porque de as pessoas serem envergonhadas (são estudantes de psicologia e eu curiosa pelo comportamento humano).
    Tive as mesmas impressões que você na leitura, mas não chego a considerar o melhor que li.

    Beijos
    @LeitoraIncomum

  15. Responder

    Fernanda Falleiro

    10/05/2012

    acredita que eu não sabia que ele era assim, eu estava super interessada nele só pela capa kkkkkk, tb não tinha visto nenhuma resenha e nem tinha lido sinopse. achei os trechos que vc marcou muito bons, acho que leria esse livro apesar de nunca ter lido nenhum assim.
    bjos

  16. Responder

    Luana

    11/05/2012

    Não sei se lerei esse livro pois não e meu estilo, mas acredito que ele realment possa ajudar muitas pessoas

    Bjs

  17. Responder

    Bruna Reis

    12/05/2012

    Confesso que eu não gosto muito desse tipo de livro, mas fiquei curiosa com esse. Com os quotes que tu colocou e como contou sobre o livro, parece ser diferente mesmo XD

    Beijão
    *E eu amei o kit dele que tem no teu post da caixinha de correio XD

  18. Responder

    Leandro de L.

    13/05/2012

    Oi!
    Eu confesso que não gosto de livro “autoajuda”. Mas esse está me convencendo a lê-lo.
    E sua resenha só aumentou minha curiosidade.
    Amei a resenha! *-*
    Abraço…

  19. Responder

    Caroline De Sousa

    14/05/2012

    Eu li primeiro a sinopse desse livro no Skoob e como eu gosto de livro de autoajuda me encantei. E lendo sua resenha então fiquei mais ainda. Já está na minha listinha de livros para ler. Parabéns pela ótima resenha [smile]

  20. Responder

    Lucas Maia

    14/05/2012

    Hoje em dia não leio muito mais livros de auto ajuda, mas acho que há uns 5 anos atrás li uns 3 livros desse tipo e é sempre bom para fazer a gente refletir alguns pontos importantes de se viver, o como fazer algo.

    Beijos Gabi! ^^

  21. Responder

    Camila Costa

    15/05/2012

    Oi Gabi!
    Nunca li um livro de auto ajuda direito sabe? Fiquei mega curiosa em relação a este; ele é meu próximo com certeza; só pelos seus comentários já senti uma vibração boa *-*

  22. Responder

    Carissa

    17/05/2012

    Não costumo ler auto-ajuda. Não gosto do estilo, mas a sua resenha me fez ficar curiosa com esse livro.

    Beijos

    Carissa
    Arte Around the World

  23. Responder

    Camila Planzo

    20/05/2012

    Olá, td bem?
    Ganhei esse livro numa promo, mas confesso que pelo tema não estava tão animada! Agoraa estou super curiosa mesmo, sempre fui mto timida, melhorei bastante até, mas a gente sempre pode melhorar neh? espero que ele me ajude de alguam forma! Gostei mto da resenha! bjos

  24. Responder

    Monique

    21/06/2012

    Comecei a ler o livro, mas abandonei. Não sei, mas eu simplesmente tinha vontade de dormir a cada página, e desse modo realmente não há maneira de absorver qualquer coisa. Achei que ela fala muitas vezes sobre a mesma coisa “vergonha, medo, vergonha, medo” e… Não funcionou para mim, abandonei sem ao menos chegar até a metade, e eu simplesmente odeio abandonar livros! (Primeira resenha positiva que leio!)
    Beijos, Ni

ESCREVA UM COMENTÁRIO