A minha rotina é sempre tão corrida, sempre tão cheia de tarefas e decisões, que às vezes dá vontade de sumir! Sabe? Correr pra algum lugar bem longe e relaxar, passar um tempo só curtindo o silêncio, a calmaria. Você já se sentiu assim? A minha vida pessoal anda tão corrida que mal tive tempo pra me dedicar ao blog nos últimos tempos. E admito que nem tive vontade de pensar nisso mesmo, porque minha cabeça estaca fervilhando de coisas a fazer. Mas essas mudanças todas na minha vida pessoal são assunto pra outro post.

E sabe o que me dá mais alegria nesses dias tão corridos? Chegar em casa no fim do dia e saber que eu terei algum tempo de descanso, nem que sejam uns minutinhos, mas que seja naquilo que é meu. Vocês devem saber que me mudei para morar com meu namorado no início do ano. Pois bem, morar com meus pais não era ruim de jeito nenhum – e às vezes sinto uma nostalgia daquele tempo – mas morar naquilo que é nosso é muito gratificante.

Na época em que procurávamos nosso apartamento, buscamos muitos anúncios online de imóveis pra poupar tempo. Geralmente as imobiliárias colocam vários anúncios disponíveis nos sites, o que foi muito bom pra nós, pois com isso nós procuramos incansavelmente e ranqueamos os favoritos. Quando fomos até as empresas, já tínhamos nossas listas! 😀

De lá pra cá, sempre penso: que virada que a minha vida deu! É totalmente diferente morar sozinha – mesmo que seja com o namorado – e ser dona do próprio nariz. Ou seja, dona da roupa que precisa ser lavada, da louça em cima da pia, do jantar que não se faz sozinho e por aí vai! HAHA! Mas eu digo: é bom. É bom sentir-se dono de seu próprio espaço.

Se fosse me mudar novamente, acho que iria pra algum lugar diferente. Lembra o que eu falei sobre sumir por uns dias quando a fica fica totalmente louca? Eu amo Florianópolis, por exemplo, mas acho que iria um pouco mais longe. Curitiba é um lugar que sempre tive curiosidade de conhecer melhor, por todas as iniciativas que ouvi dizer que a cidade oferece e pratica – e porque morro de vontade de conhecer o jardim botânico de lá. Será que já começo a procurar apartamentos à venda em Curitiba? HAHA! Calma, uma coisa de cada vez. Por enquanto, vou relaxar um pouco no meu apê aqui mesmo, enquanto a vida trata de entrar nos eixos.

E você: se pudesse fugir pra algum lugar, pra onde iria?

POSTS RELACIONADOS

ESCREVA UM COMENTÁRIO