A frase que eu mais ouço e, principalmente, que eu mais falo, é esta: não tenho tempo. Não tenho tempo de assistir um filme, de ler um livro, de passear no shopping ou passar mais tempo com a família. Não tenho tempo para ficar sem fazer nada, e não me permito ter um dia “não produtivo”. E quando faço tudo isso, surge a culpa por não ter usado esse tempo para fazer algo que precisava ser feito.

O tempo ficou curto, os dias precisariam ter mais de 24 horas. Dormimos pouco, quase não vemos a família, os pais ficaram velhos, as crianças ficaram jovens. E onde foi aquele tempo todo? Não sabemos. Ficou pra trás, a gente nem viu passar. x( Mas os relatórios, reuniões e todos os afazerem foram realizados. Só que a gente não lembra, pois essas coisas não criam lembranças.

Eu não esperava que o vírus chegasse até o Brasil. Eu não me informava (não tinha tempo pra isso?), e achava que não precisaríamos ficar confinados dentro de casa. Afinal, existe aquela ideia de que as catástrofes não chegam até nós. Porém, dessa vez o impensável aconteceu.

Nos vimos em meio a informações desconexas, sem saber o que fazer e no quê acreditar. O pânico de enfrentar um inimigo invisível, o medo de perder entes queridos, de ver de perto o terror no olhar das pessoas. Não poder cumprimentar – justo nós, um povo tão carinhoso! E isso ainda me apavora. D:

Temos um longo caminho pela frente.

Não acredito que o coronavírus tenha um lado positivo, muito pelo contrário. Porém, precisamos olhar pelo lado bom, precisamos enxergar os ensinamentos que esse período (e não o vírus) nos proporciona. Como pessoas, como integrantes de famílias, como sociedade, como um só planeta. Porque no final, aprendemos que somos todos um, e dependemos uns dos outros para sobreviver.

Talvez esse tempo veio para nos ensinar a andar com mais calma.

Mães e pais não sabem mais brincar com os filhos, casais não têm assunto pra conversar, pessoas não aturam a sua própria companhia. É triste, é doloroso, mas talvez isso veio para nos ensinar uma lição: precisamos ser mais humanos, olhar mais pra dentro de nós para poder trazer à tona o melhor que podemos oferecer ao mundo.

Cuide-se. Informe-se sobre coronavírus sintomas, precauções, cuidados e formas de proteger você e o próximo. Neste momento, cuide da sua família, use a tecnologia para estar mais próximo de quem você quer bem, e faça tudo aquilo que você não se permitiu fazer porque disse que não tinha tempo. Viva a vida que você quer viver!

Ao cuidar de nós, estamos cuidando do próximo. E ao cuidar do próximo, somos humanos. Tudo vai passar. Sairemos mais fortes, mais unidos e, provavelmente, dando mais atenção ao tempo, nosso bem mais precioso neste planeta. <3

POSTS RELACIONADOS

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.