Eu sempre tive o sonho de casar, ainda mais nesses últimos anos, estando tanto tempo em um relacionamento saudável e estável. Eu assistia a programas de noivas, imaginava como seria o meu dia de princesa, fazia planos e ouvia minhas músicas favoritas já me imaginando entrando na igreja.

Enquanto isso, eu aguardava pelo meu tão esperado pedido de casamento. Acho que é culpa dos livros de romance (Nicholas Sparks tem parcela nisso!), mas eu sempre imaginei como ele me daria um anel. Ah, pode até ser meio piegas, mas meu signo de câncer com ascendente em peixes me deixa meio melosa, fantasiando coisas! xD

Já estávamos praticamente casados – morando juntos, trabalhando juntos e com uma vida estável -, mas eu queria aquele pedido, sabe? Queria me sentir especial e ter o meu dia de noiva. Mas eu nunca pensei que seria do jeito que foi! Nunca imaginei que seria um casamento surpresa, planejado às escondidas. Quem imaginaria algo assim? :,D

Saímos da cidade em uma sexta-feira logo após o meio dia pra passar o final de semana em uma simpática cabaninha no meio do mato. Postei algumas fotos desses dias lá no meu Instagram. Eu sabia que ele tinha planejado me pedir em casamento naquele final de semana, então fiquei na expectativa, mas não falei nada.

Na sexta, descansamos bastante quando chegamos, nos inteiramos do local e fizemos uma massa pra janta. Como estava frio, e na mata ficava um pouco escuro à noite, mesmo com as luzes, acabamos jantando dentro da cabana, sentados no chão ou no sofá. :) Uma refeição quentinha, confortável, em frente à lareira e bem diferente do que já havíamos experienciado.

Mas o pedido não veio naquela noite. No sábado, fizemos legumes na grelha (um almoço às 2h da tarde), fizemos trilha, comemos bergamotas direto do pé e conhecemos os arredores. Estávamos precisando respirar um pouco de ar fresco, afinal. E foi tudo de bom. *-*

Durante a noite, após nosso risoto de aspargos e antes de irmos dormir, veio o meu tão esperado pedido. Uma caixa de doces e um gesto singelo, a nossa cara. Nada grandioso, nada glamuroso. Só nós dois, uma xícara de chocolate quente e muito carinho e cumplicidade. Postei também a foto dessa caixa e um pouquinho do momento nesse destaque do Instagram.

Depois disso, ele disse que queria sair cedinho na manhã seguinte e ir pra Gramado, que é pertinho, na cidade vizinha. Insisti que queria ficar no local e ir a Gramado mais tarde, mas ele foi inflexível: queria ir cedo. Achei estranho, mas não contrariei, pois ele foi enfático.

Com isso, ele me deu uma tiara, e disse: “Isso é pra ti usar amanhã, e ter uma recordação do dia”. Tiaras pra mim lembram casamento, ainda mais aquela cheia de pedrinhas, toda delicada. Até fiz uma brincadeira, perguntando se casaríamos no dia seguinte, mas ele deu risada e negou. “Imagina, casar! Claro que não!”. :,D

Na manhã seguinte, acordei cedinho e comecei a me arrumar, ainda sem saber pra onde iria. Só confiei. Ele logo disse que eu não precisaria me maquiar, pois o lugar onde estávamos indo não precisava disso. Eu ri, ignorei e e continuei a maquiagem. Poxa, queria sair arrumadinha! Nisso, ele pediu: “Tu não quer saber pra onde a gente vai?”, e eu comecei a chutar alternativas, todas em vão. Nisso, ele disse: “Ontem tu acertou, e hoje não vai acertar?”.

Naquele momento, eu arregalei os olhos, olhei pra ele e perguntei, meio incrédula e meio sarcástica: “A gente vai casar?”, e ele respondeu que sim. SIM! Eu não lembro bem o que fiz naquela hora, mas ele disse que meus olhos se encheram de lágrimas e eu meio que PIREI.

Sentei, levantei, caminhei de um lado pro outro pra digerir a informação (eu ainda achava que era brincadeira). Depois de alguns minutos, eu me recompus e continuei me maquiando – afinal, se eu ia casar eu só confiava em UMA pessoa pra fazer a minha maquiagem de casamento, e não seria ela que estaria no dia. Logo, seria eu mesma.

Uns minutinhos depois ele saiu da cabana dizendo que iria buscar uma coisa no carro. Naquelas alturas eu pensei que ele voltaria com o vestido! xD Qual não foi minha surpresa quando, na porta daquela minúscula cabaninha, apareceu a maquiadora que eu confiava, que eu sempre disse que me maquiaria no dia do meu casamento! Me arrepio até hoje só de lembrar desse momento.

Foi ali que eu desabei, e que a ficha caiu. Eu ia mesmo casar! E o meu noivo tinha preparado tudo do jeito que eu queria, sem que eu tivesse que mexer um dedo pra isso.

Quando chegamos ao local, toda a nossa família estava lá – e era surpresa para todos eles, da mesma forma que era pra mim. Ele deu um jeito de mandar todos pra Gramado com uma desculpa esfarrapada, e de alguma forma todos obedeceram :,D Foi incrível, pois todas as pessoas que são especiais pra mim estavam lá.

O lugar se chama Casamento dos Sonhos, e fica em Gramado, no Rio Grande do Sul. Ele tem o mesmo estilo dos casamentos de Las Vegas, por isso não é religioso, mas eles possuem uma capelinha super charmosa pra realizar as cerimônias, que são feitas por um cerimonialista. O local tem camarins separados para os noivos se arrumarem, e disponibilizam ternos para os noivos, e várias opções de vestidos, véus, sapatos e buquês, além da maquiagem e toda a produção para a noiva. Como eu já estava com a maquiagem pronta, foi só escolher o vestido, o véu, o sapato e o buquê. Ah, e eu usei a tiara, claro! *-*

No final das contas, isso era mais a nossa cara do que qualquer outra coisa que pudesse acontecer. Dizem que as coisas não acontecem do jeito que imaginamos… às vezes só é diferente, e outras vezes é ainda melhor. O resto desse dia você pode conferir nas fotos abaixo.

POSTS RELACIONADOS

1 comentário

  1. Responder

    Emerson

    15/09/2021

    Parece que foi bem mágico! Parabéns! Muitas felicidades.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta! Não deixe de conferir os novos posts.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.