Se eu pudesse dizer uma coisa sobre este livro, seria: a história de Romeu e Julieta nunca mais será a mesma.

Anne Fortier criou uma nova versão para a história de amor de Shakespeare. Porém, não espere por uma adaptação singela: nessa história, escondem-se crimes e mentiras cometidos na época do escritor, e a versão divulgada ao público por tantas gerações teria sido apenas para esconder a verdade sob o tapete. Ou seja: grandes mudanças em relação à história como você a conhece.


Julieta

Julieta
Anne Fortier
Editora Sextante, 2010
448 páginas

Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, na Itália, mas desde os 3 anos foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose, que as adotou depois de seus pais morrerem num acidente de carro. Passados mais de 20 anos, a morte de Rose transforma completamente a vida de Julie. Enquanto sua irmã herda a casa da tia, para ela restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei.

A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar, muito antigo e misterioso. Mesmo acreditando que sua busca será infrutífera, Julie parte para Siena. Seus temores se confirmam ao ver que tudo o que sua mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio. Mas logo ela descobre que a caça ao tesouro está apenas começando.

O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue essas duas famílias. E, levando-se em conta a linhagem e o nome de batismo de Julie, ela provavelmente é a próxima vítima. Tentando quebrar a maldição, ela começa a explorar a cidade e a se relacionar com os sienenses. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo.

Julie Jacobs mora com a amada tia Rose nos Estados Unidos, e possui uma irmã gêmea chamada Janete, com quem não tem uma boa relação. Elas nasceram na Itália, mas quando crianças foram enviadas à América devido à morte de seus pais. Porém, quando tia Rose morre subitamente durante o sono, ela deixa a Julie uma carta. Nela, tia Rose explicou que não havia deixado nada de herança para ela, mas que havia um tesouro à sua espera na Itália, deixado a ela por sua mãe.

Decepcionada com a tia por não receber herança mesmo estando sempre presente, ao contrário de Janete que nunca aparecia e ficou com tudo, Julie partiu para Siena, na Itália, na esperança de recuperar algum dinheiro e conseguir melhorar sua posição financeira. Mas o que ela descobriu foi muito além do que podia esperar. Seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei, e ela descende diretamente da personagem de Shakespeare – que de personagem não tem nada. Além disso, ela descobre que existe uma maldição que afeta sua família há mais de 600 anos, e que só ela pode desfaze-la.

julieta

julieta

A trama gira em torno das famílias rivais de Siena – Marescotti de Romeu, Tolomei de Julieta e Salimbeni. Envolve segredos obscuros escondidos em catedrais, cartas e livros antigos que contam, em doses homeopáticas, a verdadeira história do que aconteceu com o casal de namorados que não puderam ficar juntos, contrariando até mesmo a Virgem Maria. Será que Giulietta encontrará o seu Romeu?

A história dá voltas e mais voltas e vai revelando os segredos aos poucos, em doses que o leitor possa acompanhar. É extasiante ver o quebra-cabeças se encaixando, e a história se embrenhando tanto nos fantasmas, ruínas, segredos e mistérios de mais de 600 anos de sombras e escuridão.

Achei que a trama lembra (de leve) as histórias de Dan Brown por envolver mistérios e quebra-cabeças a serem desvendados, mas Julieta vira-se mais paro o lado romântico da história. Depois que você começa, não consegue mais parar de ler, pois cada capítulo avança um pouco mais em investigações de tirar o fôlego. Da metade pro final, tudo fica ainda melhor, pois as revelações são ainda mais surreais. Aí, você vira uma página após a outra!

Se você gosta de romance e de mistério, vai adorar Julieta! Foi um livro espetacular pra mim – mais do que imaginei – e até tenho vontade de visitar Siena para visitar os locais onde ocorreram os fatos fictícios imaginados pela autora. Como disse no começo da resenha, a história de Shakespeare nunca mais será a mesma após essa leitura.

POSTS RELACIONADOS

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.