Quem já me acompanha há um tempinho sabe que eu AMO a trilogiaPara todos os garotos que já amei“. Fiquei até triste quando acabei de ler o último livro! Então, imagine a minha alegria ao saber que o filme havia sido lançado pela Netflix! Estou tão distante das redes sociais ultimamente que eu nem sabia do lançamento. Então eis o que eu fiz: cancelei qualquer coisa que faria naquela noite, sentei-me confortavelmente no sofá e, muito feliz, assisti ao filme (só não teve pipoca porque eu já havia comido demais no jantar). xD


Para todos os garotos que já amei

Para todos os garotos que já amei
Gêneros: Comédia dramática, Romance
Duração: 1h 39min
Lançamento: 17 de agosto de 2018 (Netflix)
País: EUA

Lara Jean Song Covey (Lana Condor) escreve cartas de amor secretas para todos os seus antigos paqueras. Um dia, essas cartas são misteriosamente enviadas para os meninos sobre os quem ela escreve, virando sua vida de cabeça para baixo.

Eu tenho certa dificuldade em escrever resenhas de filmes que eu gosto tanto assim. As palavras não vêm, e a única coisa que tenho vontade de escrever é: ASSISTAM E DEPOIS VAMOS CONVERSAR. Sabe? xD Mas vamos lá, vou tentar escrever sobre o filme sob a minha perspectiva puramente amadora.

Primeiro, vamos nos situar: a personagem principal é Lara Jean. Ela está no ensino médio e tem duas irmãs: a mais velha Margo, e a mais nova Kitty. As três são órfãs de mãe e vivem com o pai, que é médico.

O filme conta a história do primeiro livro: Lara Jean é uma menina super romântica, mas que não se envolve com os garotos por quem nutre um amor platônico. Ao invés disso, ela lhes escreve cartas de amor contando tudo o que sente para superar o sentimento, mas não as envia aos destinatários. Ela guarda todas as cinco cartas em uma caixa com um laço, e ninguém sabe sobre elas. Até o dia em que elas somem! :O

Peter Kavinsky foi o primeiro garoto a falar com Lara Jean após o envio misterioso das cartas. Ele foi uma paixonite dos primeiros anos da escola, e hoje namora uma de suas inimigas do colégio. Josh Sanderson é o segundo garoto a encontrá-la com uma carta nas mãos. Acontece que Josh foi seu primeiro amor, e hoje ele namora a sua irmã mais velha, Margot. Quando Lara Jean percebe o que iria acontecer, ela precisa agir rápido para que Josh não entenda seus sentimentos da forma errada, e acabe colocando em jogo a sua cumplicidade com a irmã mais velha.

Para todos os garotos que já ameiIrmãs Covey, na ordem: Kitty, Margo e Lara Jean.

Eu passei o filme todo com os olhos colados na televisão. Lara Jean é uma personagem fofa, inocente, bagunceira e muito engraçada, exatamente como nos livros. Kitty é aquela encrenqueira, super esperta e meio molequinha, enquanto Margot é a responsável e uma mãe para todas elas, depois que a mãe das meninas faleceu. Eu amei a escolha das personagens e não poderia imaginar ninguém melhor pra interpretar as irmãs Covey.

O pai das meninas é outro personagem que merece destaque. Fofo só de olhar, ele é aquele paizão pra todas as horas e para o que precisar. Ele transborda amor pelas filhas, sente falta da esposa e tenta de tudo para suprir a falta da mãe na vida familiar (até fazer comida coreana, embora sem sucesso).

Dos meninos, destacam-se dois: Peter Kavinsky é o garoto popular da escola. Atrai olhares sempre por onde ele passa. Já Josh Sanderson é tímido, fica na dele, e chega a dar pena, pois está sempre sozinho e parece rejeitado por todos.

Para todos os garotos que já amei

Eu preciso admitir que não lembro exatamente todos os acontecimentos do livro, pois li em 2015, mas pelo que posso recordar, o filme foi bem fiel à história. Começando pelos personagens, que parecem ter características e personalidades similares, até os acontecimentos e final, que seguem a ideia de Jenny Han nos livros.

O enredo é bem imprevisível, e até mesmo quem não leu o livro pode se enganar quanto ao desenrolar dos fatos e ter uma surpresa nas cenas finais. Desde o começo as coisas parecem fazer muito sentido, mas aí a história vai tomando outro rumo e… ah! não posso falar mais nada! Tudo nesse filme é uma surpresa atrás da outra.

Para todos os garotos que já amei é uma história de amor do colegial, com direito a paixões platônicas, fofocas sobre a viagem do final de semana, inimizades e toda a pressão de envolve o ensino médio. Todos os personagens são cativantes e é fácil se apaixonar por eles.

É uma história doce, engraçada (você vai rir alto várias vezes!), fácil de assistir, daquelas que a gente sabe que vai sentir saudade quando o filme terminar. <3

E aí, você já assistiu o filme? Tinha lido o livro antes ou não? Conta pra mim nos comentários que estou louca pra falar sobre essa história! *-*

POSTS RELACIONADOS

ESCREVA UM COMENTÁRIO

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.