Existem livros que lemos por diversão que ficam gravados na memória por determinado período de tempo. Existem livros de motivação ou autoajuda que nos ajudam a enxergar o mundo com uma perspectiva diferente, que adoramos ler e até indicamos pra amigos. Mas tem aqueles livros que ganham o nosso coração. É difícil, pra mim, rotular “Aprendizados” dentro de um estilo literário. Ele é biografia, autoajuda, motivacional… é daqueles livros difíceis de esquecer, sabe?


Aprendizados

Aprendizados
Minha caminhada para uma vida com mais significado
Gisele Bündchen
Editora Best Seller, 2018
238 páginas

Conheça além da imagem pública de uma das brasileiras mais respeitadas do século. A caminhada de Gisele Bündchen começou no Rio Grande do Sul, numa casa com cinco irmãs, jogando vôlei e resgatando cães e gatos de rua. Nessa época, a carreira dos sonhos de Gisele estava bem longe das passarelas e mais próxima das quadras de vôlei. Mas, aos 14 anos, numa viagem a São Paulo, o destino interveio e colocou um olheiro em seu caminho. Gisele se tornou um ícone, deixando uma marca permanente na indústria da moda. Porém, até hoje, poucas pessoas tiveram a oportunidade de conhecer a verdadeira Gisele, uma mulher cuja vida privada é o oposto de sua imagem pública. Em Aprendizados, ela revela pela primeira vez quem realmente é e quais ensinamentos, em seus 38 anos, a ajudaram a viver uma vida com mais significado. Uma jornada da sua infância de pés descalços em Horizontina à carreira internacional, à maternidade e ao casamento com Tom Brady. Uma obra que demonstra grande sinceridade e vulnerabilidade, Aprendizados revela a vida íntima de uma mulher extremamente pública.

Todo mundo conhece a Gisele das passarelas. Modelo mundialmente famosa, reconhecida por seu corpo cheio de curvas (diferente das modelos andróginas que existiam na época), e que estampou inúmeras capas de revistas e campanhas publicitárias mundo afora. Depois, alguns souberam sobre suas iniciativas em prol do meio ambiente. Outros devem ter visto a notícia de seu casamento, do nascimento de seus filhos, e por aí vai. Mas quem realmente conhece a Gisele, aquela menina que saiu de casa aos 14 anos pra seguir um sonho?

Aprendizados fala sobre a outra Gisele, aquela longe das passarelas, que nasceu em uma cidadezinha pequena do Rio Grande do Sul e ganhou o mundo inteiro com sua beleza, carisma e, principalmente, trabalho duro e dedicação. Neste livro, Gisele Bündchen conta como foi sair de casa aos 14 anos, ir para São Paulo e enfrentar a difícil vida de modelo, em um lugar desafiador e completamente novo pra ela.

Pela minha experiência, pude constatar que trabalho duro e dedicação não são a mesma coisa. Dedicação inclui compromisso com um objetivo ou ideal específico. Várias pessoas trabalham arduamente, mas algumas não seguem os passos necessários para alcançar o que realmente desejam. Você pode estabelecer objetivos para a sua vida, mas sem dedicação eles não serão atingidos.
Página 32

aprendizados

Tendo cinco irmãs em casa, Gisele aprendeu desde cedo a dividir, a ser dedicada e dar o melhor de si para conseguir o que sonhava, a ser responsável e principalmente ter disciplina no que quer que fosse. E essas qualidades a ajudaram a ser quem é hoje. Se ela tivesse dado ouvidos a tudo o que falavam a seu respeito, provavelmente teria baixado a cabeça e pego o primeiro ônibus de volta a Horizontina.

Mas ao invés disso, ela ignorou cada comentário de que seu nariz era grande demais, seus olhos pequenos demais e seguiu em frente, com personalidade forte e muita perseverança. Na verdade, existiam duas Giseles em sua cabeça, e ela tratava como duas pessoas diferentes. Enquanto estava desfilando como uma modelo confiante, poderosa e destemida, era ela, a Gisele das passarelas. E longe dos holofotes ela podia ser quem era, uma garota sonhadora, que ama a natureza e os animais e que tem sonhos, como qualquer um de nós.

Gisele Bündchen passou por períodos difíceis. Ela teve crises de pânico, pensou em suicídio, se alimentava mal, bebia, fumava e vivia de uma forma alucinada, trabalhando 350 dias por ano. Tudo isso ela conta no livro. E também conta como viver uma vida mais tranquila e saudável, praticando meditação e yoga a ajudou a pensar com mais clareza e conhecer a si mesma, o que foi muito importante em sua evolução.

Os maiores sucessos que tive na vida vieram todos quando saí da minha zona de conforto.
Página 159

aprendizadosO livro é recheado de fotos e curiosidades sobre a vida da Gisele. Este capítulo é um dos que mais me emocionaram, onde ela conta sobre Vida, a pequena cachorrinha que ela teve e que salvou a sua vida (por isso o nome dela!)

aprendizadosO livro tem essa vibe: bem tranquilo, calmo, sereno como essa foto. É uma delícia. Dá vontade de deitar no meio da floresta e ler o livro sentindo a brisa da natureza.

Se antes de ler o livro eu já admirava a Gisele das passarelas pela sua perseverança, beleza e simplicidade (e porque ela é gaúcha como eu, que orgulho!), depois de conhecer a sua história eu tenho nela a minha inspiração, a minha motivação. Quando penso em desistir de algo, lembro: se a Gisele tivesse desistido, ela não teria conquistado o mundo, como conquistou. Se tivesse engolido cada ofensa e cada comentário maldoso, teria criado uma crença de que ela, realmente, “não é boa o bastante”.

É difícil demais largar essa leitura. Esse livro é cheio de pequenas histórias da Gisele, mas também traz ensinamentos grandiosos sobre como levar uma vida com bons hábitos e pensamentos positivos pode nos ajudar a sermos pessoas de sucesso. E mais do que isso, a sermos seres humanos exemplares.

Se eu pudesse dizer algo à Gisele, diria: obrigada por me inspirar, por me motivar, e por ser um ser humano cheio de luz que transmite tanto amor por onde passa. Obrigada por escrever este livro e espalhar seus aprendizados com todos nós.

Eu me inspiro em outras pessoas, mas isso não significa que me compare com elas. Esse tipo de comparação é inútil. Por quê? Porque todos nós temos algo especial, pois cada um de nós é único. Se você perde tempo se comparando com outra pessoa, a única coisa que está fazendo é abrindo espaço para a frustração e o fracasso. Você nunca vai se sentir bom o suficiente. […] Eu só me comparo com uma pessoa: eu. Estou fazendo o melhor que posso no meu trabalho? Estou sendo a melhor esposa, a melhor mãe, a melhor amiga, o melhor ser humano? Como posso continuar a aprender e a melhorar?
Página 88

A mudança não vem do excesso de críticas nem de se colocar para baixo. Vem da inspiração, do desejo de querer fazer melhor, de tentar de novo, de dar o máximo de si. Quando você aprendeu a andar, saiu correndo na mesma hora ou foi logo subindo numa escada rolante? Não, você deu um único passo. Talvez você tenha tropeçado e caído. Você se levantou de novo. Da vez seguinte, deu dois passos. Depois três. É assim que todos nós aprendemos a andar. É assim também que aprendemos sobre nós mesmos e sobre como levar a vida.
Página 123

Todos precisamos ter cuidado com onde escolhemos colocar nossa atenção – e nossa atenção sempre começa com nossos pensamentos. Quando acreditamos que uma coisa é verdade, mais perto ela fica de se tornar verdade. Se temos uma opinião desfavorável a nosso próprio respeito, cada intenção que tivermos será afetada por essa crença. Se enfrentamos situações com confiança, nossa autoestima vai causar um impacto em todos ao nosso redor.
Página 141

Aquilo que escolhemos focar nossa atenção é muito, mas muito importante. Primeiro vem o pensamento. Por quê? Porque antes que você possa almejar algo, ou tomar alguma atitude a respeito, precisa imaginar o que deseja. Quanto mais você pensa em algo, mais fortes se tornam seus pensamentos em torno daquilo – e eles acabam se tornando uma crença.
Página 153

RELATED POSTS

LEAVE A COMMENT

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.