Resenha do filme Aquele verão Sarah Dessen

Aquele verão
Sarah Dessen
Editora iD, 2013
200 páginas

Submarino

Há muita coisa acontecendo na vida de Haven… Primeiro, o casamento do pai com Lorna Queen, a “Mulherzinha do Tempo” da televisão local. Depois, o casamento da irmã Ashley com o chato Lewis Warsher, que não parece combinar com Ashley de jeito algum. Haven também não consegue ignorar o fato de ter quase um metro e oitenta e cinco de altura e ainda continuar crescendo. Ela mal consegue ver quem ela é agora ou onde ela pode se ajustar. Então, o antigo namorado de Ashley, Sumner Lee, aparece e reacende as lembranças de Haven do verão quando seus pais eram felizes, a irmã era descolada e despreocupada, e tudo era perfeito… ou pelo menos assim parecia.

Várias pessoas falaram super bem da autora Sarah Dessen quando mostrei esse livro no Instagram, logo depois de adquiri-lo por um precinho super bom na Bienal do Livro. Então, fiquei tão empolgada que, faltando um dia para terminar o ano passado, resolvi pegá-lo pra ler, já que ele é bem fininho e pode ser lido em um dia. Pra completar, a história acontece durante o verão, como já diz o nome, então essa leitura combinaria. Resumidamente, foi o livro certo para ser a última leitura de 2015.

A história é contada em primeira pessoa por Haven, uma menina de 15 anos que já tem quase um metro e oitenta e cinco de altura. Ela tem muitos problemas com isso, pois não se sente bem em lugar nenhum. Para completar esse complexo, tudo na sua vida parece estar ruindo: seu pai declarou amor por outra mulher há um ano e meio e está prestes a se casar, sua irmã, Ashley, que já teve inúmeros namorados, também finalmente irá se casar (e está tendo vários dramas e chiliques por causa disso), sua mãe parece esconder sua mágoa pelo divórcio arrancando nacos de terra e capim do jardim, e, pra completar, seu emprego é uma porcaria. A única coisa que parece estar dando certo em sua vida, e a única pessoa que parece não enlouquecê-la, é Sumner, o ex-namorado de Ashley de quem Haven mais gostava. Bem que dizem que um único verão pode mudar toda a vida de uma pessoa. Chegou o verão de Haven. E, bem, ela não está gostando nem um pouco das mudanças que estão acontecendo com ela.

aquele verão sarah dessen

A escrita de Sarah Dessen é muito boa de ler, e quando nos damos conta, já lemos várias páginas. A escrita em primeira pessoa também flui super bem, e me identifiquei com a personagem em alguns momentos. Aliás, o único personagem de quem realmente gostei em todo o livro foi a própria Haven; praticamente todos os outros me incomodaram e me deram nos nervos durante quase toda a trama. E isso não é uma coisa ruim, muito pelo contrário: me senti na pele da própria Haven, querendo estrangular metade das pessoas ao seu redor. xD

O ponto negativo desse livro é o fato de que a história poderia ter sido um pouco melhor desenvolvida em relação a alguns sentimentos da Haven, pois acho que ela não poderia mudar tão drasticamente da noite para o dia. Sem querer dar spoilers, mas ela realmente acordou se sentindo outra pessoa e fez um monte de burradas por causa disso. Não é assim que as coisas deveriam acontecer, né? Mas tudo bem, porque ela tem quinze anos, e tudo parece mil vezes mais complicado quando temos essa idade. |D

Se você procura um livro leve, com uma história curtinha e não muito emocionante pra ler, talvez goste bastante de Aquele verão. A autora escreve realmente bem, disso não tem como se decepcionar. Porém, não espere uma grande virada na história ou algo que vá mexer com as suas emoções. É um livro gostoso de ler em um dia de sol, de verão, e que vai divertir você do começo ao fim. Só.

outubro 9, 2016

POSTS RELACIONADOS

6 comentários

  1. Responder

    Gabriela Gouveia

    outubro 14, 2016

    Gabizinha, amei a composição da sua foto 🙂 . Eu nunca fui à Bienal e todo ano é a mesma coisa: fico chateada! rs. Sobre o livro adorei a sinopse, me fez pensar que por mais que a gente ache que nossa vida está uma “porcaria” tem sempre algo que nos faz seguir em frente.

    PS: Gabi, qual plugin de responder comentários você usa? Estou procurando algum que goste mas não consigo achar boas dicas no Google 🙁

    Beijocas

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 16, 2016

      Oi, Gabi!
      O plugin que uso é o WordPress Thread Comment. É bem bom porque manda notificação para o comentarista quando alguém responde (pelo menos, se você está recebendo essa resposta por e-mail, é porque está funcionando, rsrs!).
      Obrigada pelo elogio sobre a foto! *-*
      Beijos.

  2. Responder

    Dai Castro

    outubro 18, 2016

    As vezes a gente quer que mudanças aconteçam na nossa vida, mas nem sempre as mudanças são necessariamente boas. Acho que é isso o que acontece com a Haven, né? Achei legal você conseguir ter se envolvido com a história odiando os outros personagens, partilhando os sentimentos da protagonista, isso é um bom sinal de que a leitura te prendeu! Não li nada dessa autora, mas fiquei interessada em conhecer mais a respeito!! Beijos!!!
    Colorindo Nuvens

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 26, 2016

      Oi, Dai! Eu gosto bastante dos livros da Sarah Dessen, porque são mais levinhos, mais gostosos de ler, sabe? São histórias fofas que te prendem. Recomendo! 😉
      Beijos.

  3. Responder

    neyara

    outubro 23, 2016

    Me deu aquela impressão de ser mais uma história que o tempo, o personagem e as ações não conectam, tirando esse “detalhe” o enredo flui bem. As vezes é necessário fazer uma leitura mais leve, para desconectar do mundo.
    Parabéns pela resenha!
    Beijo
    https://capsuladebanca.blogspot.com.br

    • Responder

      Gabi Orlandin

      outubro 26, 2016

      Acho que se resume a isso sim, Neyara. Nada muito incrível, mas uma leitura leve é necessária de vez em quando.
      Beijos.

ESCREVA UM COMENTÁRIO